• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
SELECT TOP 3 B.Codigo , B.Nome_Arquivo , B.Href , B.Descricao FROM Banner B WHERE B.Publicar = 1 AND B.Data_Expiracao >= 20200928 AND B.[1pagina] = 1 AND B.Cod_Tipo_Banner = 4 ORDER BY B.Data_Publicacao DESC, codigo DESC
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Terça-feira, 22 de Setembro de 2020

Mignonnes: corra e assista no Netflix antes que Damares censure
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Quarta-feira, 23 de Setembro de 2020

"Remédio Amargo": filme que lava a alma da mulher oprimida

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > notícias conexão

Notícias Conexão

 

Segunda-feira, 09 de Dezembro de 2019

Mobilização contra demissão de 3.600 cobradores para as ruas de Porto Alegre

Mobilização contra demissão de cobradores - Foto: Grupo Resistência
Mobilização contra demissão de cobradores - Foto: Grupo Resistência


Por Luiz Muller

Nesta segunda-feira, dia 09/12, uma mobilização dos rodoviários contra demissão de 3.600 cobradores provocou um mega-congestionamento em Porto Alegre. Nesta data, esta marcada a votação de um Projeto de Lei municipal que acaba com a profissão de "cobrador de ônibus" na cidade. A alegação, para eliminar 3.600 postos de trabalho no transporte público, é a "redução do aumento". Isso mesmo, redução do aumento da passagem em 5 centavos. Sim, 5 CENTAVOS! A passagem mais cara do Brasil vai subir de qualquer jeito. Mas se os vereadores de Porto Alegre votarem a favor da nefasta lei do prefeito, ela vai subir 5 CENTAVOS a menos.


É preciso que se diga, no entanto, que "cobrador de ônibus" não é só cobrador. Ele é uma pessoa da tripulação do enorme veículo que leva dezenas de vidas a bordo. Com a ausência do auxiliar, vai significar risco de vida para passageiros, mais dificuldade de acesso de pessoas com deficiência, o fim das milhares de informações prestadas todos os dias pelos cobradores aos usuários sobre destino, paradas, etc.

Dizem que vão substituir o cobrador pela bilhetagem eletrônica, que já existe há muito tempo, aliás.

Não fosse só pela falta que fará a figura do cobrador auxiliar do motorista, estamos vivendo um período de desemprego e precarização do trabalho que só será aumentado por mais 3.600 demitidos, se os vereadores confirmarem o que quer Marchezan: o tal "estado mínimo".

O caso dos cobradores é exemplar do que significa o tal "estado mínimo", preconizado pelos neoliberais de todos os matizes: o trabalhador que ainda esteja empregado tem o valor de sua passagem reduzido em 5 centavos, para que 3.600 trabalhadores que ganham, em média, R$ 2.000,00 por mês, sejam demitidos. Entendeu a conta? Pois é.

Veja mais fotos e vídeos da mobilização e caminhadas que saem de vários pontos da cidade e vão se encontrar na Câmara de Vereadores, onde o projeto será votado hoje, a partir das 13 horas. A foto é do Grupo Resistência.

 

Veja também:

>> Silvio Santos é chamado de racista após negar vitória a caloura negra - vídeo

>> PMs obrigam torcedora do Botafogo a remover faixa Anti-Fascista - vídeo

>> Crítica & Literatura: O minimalismo contra o prazer solitário

>> A fotografia e a miséria que chocam internautas

>> Racismo: apresentadora de TV, Maísa diz que sempre se referem ao pai como "segurança"

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Mobilização contra demissão de 3.600 cobradores para as ruas de Porto Alegre
 

Copyright 2020 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!