• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
SELECT TOP 3 B.Codigo , B.Nome_Arquivo , B.Href , B.Descricao FROM Banner B WHERE B.Publicar = 1 AND B.Data_Expiracao >= 20181217 AND B.[1pagina] = 1 AND B.Cod_Tipo_Banner = 4 ORDER BY B.Data_Publicacao DESC, codigo DESC
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Sábado, 15 de Dezembro de 2018

Castrinho é acusado de abuso sexual por Iris Bruzzi. Ele nega
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Quarta-feira, 05 de Dezembro de 2018

Após massacre ao cão, Masterchef omite nome do Carrefour do programa

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > notícias conexão

Notícias Conexão

 

Sexta-feira, 06 de Julho de 2018

Literatura: "Como eu gostaria que você tivesse me conhecido"

Como eu gostaria que você tivesse me conhecido



Com nove livros publicados, Gilberto Santos, em seu novo trabalho intitulado "Como eu gostaria que você tivesse me conhecido", busca reinventar o amor entre iguais levando conforto a quem perdeu alguém de forma trágica. E, num mergulho profundo na espiritualidade e paranormalidade, deixa no ar a pergunta que seus leitores poderão responder: seria possível se apaixonar por alguém que já se foi?

Eis a síntese:

Lucas e Lauro nunca se conheceram, não nesta vida...

Mas o que somente seria uma viagem de férias descompromissadas no interior de São Paulo vira e revira a vida de Lauro, um psicólogo sempre disposto a ajudar. Suas crenças são colocadas à prova em meio a acontecimentos que desafiam a lógica.

Depois de se ver envolvido num misterioso suicídio que abalaria a pequena cidade de Vinhedo, sua ajuda à família do morto não terminaria tão cedo; logo Lauro estaria envolvido e apaixonado por Lucas. Do outro lado, sem saber, estaria também ajudando a sua alma gêmea a se elevar espiritualmente.



A história não deixa dúvidas: a morte é apenas uma viagem e que almas gêmeas realmente existem.

Partindo de tais premissas, Gilberto Santos lança "Como eu gostaria que tivesse me conhecido", um romance paranormal, que paralelo a realidade nos leva a conhecer Lucas e Lauro, numa grande viagem em busca de autoconhecimento; desencontros, despedidas e redescobertas, no caminho da depressão, aliados a opressão familiar, suicídio, descontrole emocional, ganância, busca de poder, inveja e complexo de inferioridade, a partir de um erro de leitura, com consequências avassaladoras para todos os envolvidos.

Ao mesmo tempo, possui uma gama de aliados demonstrando que valores como a generosidade, solidariedade, lealdade, nos levam ao amor incondicional, a redenção da alma.

Gilberto, que já escreveu outros 9 livros*, todos com foco em poesias e pequenas reflexões, recorreu desta vez à pesquisa para construir o personagem principal: O psicólogo Lauro, que ao tentar socorrer a família de Lucas, após seu suicídio, acaba se apaixonando por ele.

"Os personagens do livro se aproximam ao máximo de alguém que conhecemos ou já ouvimos falar", conta Gilberto, acrescentando que considera a obra como uma esperança para os que sofrem ou perderam alguém de forma trágica.


Leia aqui
Livros editados pela a clube de autores.


Crítica de Como eu gostaria que você tivesse me conhecido






O livro é rico em informações e situações que fogem ao simples encontro amoroso entre duas pessoas do mesmo sexo.

Deixando em segundo plano qualquer desacordo nesta questão. Deste modo, assim que folheamos e embarcamos na história passamos a nos envolver e torcer pelo final feliz.

É desta forma, simples e ao mesmo tempo envolvente que o autor nos conta a história, e deixa o leitor livre para viajar através do amor impossível.






Sobre o autor



Natural do Rio de Janeiro, Gilberto Santos (foto) é um autor independente que começou a carreira conquistando seus leitores com poesias. Com um estilo próprio, o autor destaca em sua obra um pouco de suas vivências e não é raro encontrarmos referências à questão da diversidade humana nos textos, principalmente no que se refere à sexualidade.

Gilberto começou a escrever em 2013, durante um episódio inusitado. Ao se recuperar de uma amigdalite, ele teve um insight de textos e passou o dia escrevendo nascendo ali o seu primeiro livro que saiu pela Clube de Autores. As demais obras de Gilberto também nascem de ideias que surgem sempre quando o autor está em momento de descontração. "Costumo dizer que não sou eu quem escolhe o tema e sim eles que me escolhem", diz Gilberto que tem sempre o seu telefone a postos, onde muitas vezes é nele que as histórias nascem.

Vídeo - "Book Trailer de Como eu queria que você tivesse me conhecido":



Outros trabalhos do autor:

*Crônicas de um dia inteiro
Crônicas & Poesias no dia a dia
Poetizando a favor do mundo
Poeticamente correto
Solteiro na vida casado com a poesia
Se penso logo escrevo
O outro lado do poeta
Poesiadigital
Há dez milhões de poesias depois...




Livros no Clube de Autores - lançamentos

 

Veja também:

>> Crivella se desmoraliza ao anunciar vantagens da administração para "evangélicos"

>> Igreja nos Estados Unidos enjaula Maria, José e Jesus em protesto contra Trump

>> Bob Fernandes: Orgânicos proibidos e venenos agrícolas permitidos - vídeo

>> Anistia condena Brasil por impunidade no assassinato de Vladimir Herzog

>> Feliciano sugere que depressão seja "doença demoníaca"

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Literatura: "Como eu gostaria que você tivesse me conhecido"
 

Copyright 2018 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!