• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
SELECT TOP 3 B.Codigo , B.Nome_Arquivo , B.Href , B.Descricao FROM Banner B WHERE B.Publicar = 1 AND B.Data_Expiracao >= 20171218 AND B.[1pagina] = 1 AND B.Cod_Tipo_Banner = 4 ORDER BY B.Data_Publicacao DESC, codigo DESC
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Você é um abolicionista moderno ou escravagista?
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Domingo, 10 de Dezembro de 2017

Morre aos 98 anos a atriz Eva Todor

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > notícias conexão

Notícias Conexão

 

Domingo, 08 de Outubro de 2017

Helley: a professora heroína e as histórias diferentes contadas pelos "anjos"

Da Redação

Helley: uma história de vida que os anjos fizeram contar
Helley: uma história de vida que os anjos fizeram contar

Que mulher, mãe de três filhos, um deles com menos de um ano, enfrentaria as chamas para salvar mais de uma dezena de crianças de um incêndio? Talvez uma que anos antes ironicamente tenha perdido um filho afogado. E sabia, portanto, o que é a dor de perder a quem se ama. O caso da professora Helley Abreu, que salvou com a própria pele as crianças da tragédia criminosa em Minas Gerais, ainda não mereceu o devido destaque. Mas neste texto publicado pelo Jornal O Tempo, de Minas Gerais, escrito pela jornalista Luiza Muzzi antes da morte de Helley ser anunciada, é possível compreender a origem da fibra, da garra desta mulher - nascida em uma terra onde mulheres com força, como disse Milton Nascimento, são tão comuns que, a exemplo de "Maria, Maria", chegam a virar canção..



Luiza Muzzi, em O TEMPO

"Minha menina salvou tanto anjo, não é possível que os anjos não vêm salvar ela".

Durante todo o dia, dona Valda Terezinha de Abreu, 66, mãe da professora Heley de Abreu Silva Batista, 43, acreditava e rezava, reunindo todas as suas forças.

"Estamos em corrente de oração e colocando tudo nas mãos de Deus. Deus é vivo, Ele não é morto não".

Mas a noite desta quinta (5) levou consigo as esperanças de recuperação da professora, que teve 100% do corpo queimado na tragédia da creche Gente Inocente, em Janaúba.

Na tentativa de salvar suas crianças, Heley se feriu gravemente. Com o próprio corpo em chamas, a professora tentava abafar o fogo ao mesmo tempo em que tirava os alunos pela janela - o vigia havia fechado a porta. Na tarde desta quinta-feira (5), o Corpo de Bombeiros chegou a confirmar o óbito de Heley, mas recuou. Corajosa, ela lutou até o fim.

"Toda vida ela foi assim, uma mulher que não tem medo de nada. Ela enfrenta qualquer parada. É da natureza dela", conta a mãe. "Ela foi uma heroína de ter salvado essas crianças. Ela estava queimada e insistia em tirar as crianças. Acho que ela salvou a maioria. É a força que Deus deu para ela, de ter essa coragem. Só Deus mesmo, sabe. Eu nem sei".

Na véspera do acidente, dona Valda passou o dia com a filha. "Ela ficou a tarde comigo aqui, mas achei ela muito triste, não sei porque".

Heley tem três filhos, sendo o mais novo de apenas um ano. "Os filhos adolescentes estão em pânico", diz a mãe.

Professora há quase duas décadas, Heley era apaixonada por crianças e muito querida na cidade. "Minha casa hoje (5) ficou lotada de visitas. Agora está nas mãos dos médicos e de Deus", resumiu a mãe, com um pedido final: "Orem por ela".

O terror na creche remete a uma tragédia pessoal da professora. Há 12 anos, um filho recém-nascido de Heley morreu afogado em uma piscina. À época grávida, a professora sofreu bastante e enfrentou a dor na sala de aula, ao lado de outras crianças.

 

Veja também:

>> Flávio Migliaccio e a charge que retrata a nova censura e os novos censores

>> Caetano voltou: músico finalmente liberta o Caetano que guardava dentro de si

>> Crítica & Literatura: Pelas águas e terras da Guanabara

>> Lula volta a ONU para ampliar denúncia contra perseguição da Lava-Jato

>> Guerrilha do MBL mira arte e sexo, espalha o caos e quer vender a "solução"

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Helley: a professora heroína e as histórias diferentes contadas pelos "anjos"
 

Copyright 2017 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!