• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
SELECT TOP 3 B.Codigo , B.Nome_Arquivo , B.Href , B.Descricao FROM Banner B WHERE B.Publicar = 1 AND B.Data_Expiracao >= 20191022 AND B.[1pagina] = 1 AND B.Cod_Tipo_Banner = 4 ORDER BY B.Data_Publicacao DESC, codigo DESC
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Quinta-feira, 10 de Outubro de 2019

Guga Chacra "esculacha" Eduardo Bolsonaro

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > notícias conexão

Notícias Conexão

 

Terça-feira, 08 de Outubro de 2019

Gilmar Mendes no Roda Viva - vídeo

Gilmar Mendes: vocês precisam ser críticos com a Lava-Jato
Gilmar Mendes: vocês precisam ser críticos com a Lava-Jato


Por Fábio Lau

No Roda Viva que teve Gilmar Mendes no centro do debate, levado ao ar na noite de segunda-feira (7), ficou claro, mais uma vez, como alguns jornalistas se tornaram acríticos diante da Lava-Jato. Qualquer ajuste ou reavaliação proposta, uma análise mais profunda que seja, é interpretada como tentativa de extinguir o processo e, por tabela, de abrir espaço para a volta da corrupção. Por mais que os protagonistas da Lava-Jato, Sérgio Moro e Deltan Dallagnol, tenham sido expostos recentemente na Vaza-Jato, flagrado combinando ações e utilizando do processo até para faturar dinheiro com palestras, os jornalistas dos velhos veículos de mídia seguem reverenciando o processo.


Pensemos: seria este comportamento produto de uma formação moral singular onde o jornalista crê, de fato, que se é bom para o seu patrão, pai, padrasto, padre ou pastor, é o que vale? Isso o aproximaria dos radicais islâmicos, por exemplo, que obedecem cegamente ao seu líder e em nome deles - e não de um deus que juram crer - fazem qualquer negócio.

Não é verdade que este é o critério para se tornar jornalista. Eis um exemplo pessoal: trabalhei nos mais diversos meios e veículos de comunicação e jamais me foi solicitado fazer algo que ofendesse a verdade ou a lisura da apuração. Jamais.

E, para que se saiba, trabalhei nos jornais O Dia, O Globo, Jornal do Brasil, rádio metropolitana e TV Globo. Acreditar que este comportamento seja algo imposto é se iludir. Não é. O jornalista que assim disser estará, na verdade terceirizando o seu comportamento condenável. O que não quer dizer que seu voluntarismo em assim agir não vá beneficiá-lo e o fará o preferido para atender aos anseios patronais. E são coisas distintas.

Um amigo, também jornalista, diante da minha inquietude com o comportamento, resumiu: "É aquela velha história de vestir a camisa!" Não creio pelos motivos já descritos.

Outro resumiu também bem ao seu modo franco e direto: "Cagaço de perder o empreguinho. Depois que é demitido, boa parte "volta" a dizer que é de esquerda."

Creio que seja pura estupidez. Explico: fingir que a Vaza Jato não é importante ou que rei não está nu não a fará menos importante. Só revela parcialismo escrachado e uma ação em matilha - como a verificada ontem sobre Gilmar - ninguém discorda entre si, mas do entrevistado.

Os veículos são diferentes, mas a mesma visão. Reflexo da oligarquia que controla os meios. Jovens e velhos incapazes de enxergar com os próprios olhos.

Assista a entrevista:

 

Veja também:

>> "Padilha não é honesto": Lula nega entrevista ao diretor de "O Mecanismo"

>> Sabe a esquerda que dá a outra face? Ela voltou!

>> Óleo no litoral do nordeste: crime continua impune

>> Fernanda Torres e a ofensa dirigida à sua mãe

>> Celso Amorim e o tiro que matou a menina Ágatha

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Gilmar Mendes no Roda Viva - vídeo
 

Copyright 2019 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!