• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
SELECT TOP 3 B.Codigo , B.Nome_Arquivo , B.Href , B.Descricao FROM Banner B WHERE B.Publicar = 1 AND B.Data_Expiracao >= 20181118 AND B.[1pagina] = 1 AND B.Cod_Tipo_Banner = 4 ORDER BY B.Data_Publicacao DESC, codigo DESC
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Sábado, 03 de Novembro de 2018

Alec Baldwin é preso após confusão em estacionamento

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > notícias conexão

Notícias Conexão

 

Terça-feira, 23 de Outubro de 2018

Geraldo Azevedo admite erro e se desculpa com general Mourão

Após apontar o candidato a vice-presidente, general Hamilton Mourão, como um dos homens que o havia torturado durante a ditadura, quando esteve preso por duas oportunidades, o cantor e compositor Geraldo Azevedo voltou atrás e reconheceu que havia cometido um equívoco. A notícia foi tornada pública durante show em Jacobina, na Bahia, no último sábado. Falando ao público, Geraldo Azevedo disse ter sido preso e torturado durante a ditadura e que o seu algoz era o general Mourão.


Inicialmente procurado, o militar não quis se pronunciar. Em seguida, após a notícia ter sido ampliada durante a sabatina de Fernando Haddad, no Globo, o general decidiu explicar que quando o artista foi preso pela primeira vez, em 1969, ele tinha 16 anos e nem estava no Exército.

Mais tarde ele decidiu processar o artista.

Azevedo disse não entender como parcela importante da população brasileira decidiu votar um candidatos ligados ao período ditatorial. Em nota ele se manifestou:

"Geraldo Azevedo se desculpa pelo transtorno causado por seu equívoco e reafirma sua opinião de que não há espaço, no Brasil de hoje, para a volta de um regime que tem a tortura como política de Estado e que cerceia as liberdades individuais e de imprensa", diz a nota.

Curiosamente dois casos terminaram em pedidos de desculpas esta semana. O filho de Bolsonaro, Eduardo, que ameaçou fechar o STF e em seguida voltou atras, e agora Geraldo Azevedo.

 

Veja também:

>> Família Bolsonaro se cerca de milícias

>> Bernardo Mello Franco e o fascismo da família Bolsonaro

>> Haddad revela que Geraldo Azevedo acusou Mourão de torturá-lo

>> Haddad: Bolsonaro é um acidente de avião

>> Coronel reformado ameaça Rosa Weber, Haddad e Lula

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Geraldo Azevedo admite erro e se desculpa com general Mourão
 

Copyright 2018 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!