• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
SELECT TOP 3 B.Codigo , B.Nome_Arquivo , B.Href , B.Descricao FROM Banner B WHERE B.Publicar = 1 AND B.Data_Expiracao >= 20200127 AND B.[1pagina] = 1 AND B.Cod_Tipo_Banner = 4 ORDER BY B.Data_Publicacao DESC, codigo DESC
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Quinta-feira, 16 de Janeiro de 2020

Messiah: obra prima da Netflix é melhor do que outros do gênero - vídeo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > notícias conexão

Notícias Conexão

 

Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019

Dallagnol quis erguer monumento a ele mesmo

Dallagnol: escultura em homenagem a..... si!
Dallagnol: escultura em homenagem a..... si!

Pense na canção "Eu me amo", hit dos anos 80! Se analisar o que trouxe a tona a Folha de São Paulo e o site The Intercept Brasil nesta quarta-feira (21) se tem a impressão de que a música é atualíssima. Deltan Dallagnol pretendeu erguer um monumento em homenagem a ele mesmo e à força-tarefa da lava jato da qual é ainda coordenador. O símbolo seria instalado em Curitiba. "Poderia virar pondo turístico", cogitou. As informações constam de conversas vazadas pela série de reportagens da Vaza Jato, produzidas pelo Intercept, dessa vez em parceria com a Folha de São Paulo.


O plano de Deltan, era realizar um concurso para escolher uma escultura que simbolizasse a operação. Parece que ela deveria ser alta, magra, de óculos e com cara de CDF.

"A minha primeira ideia é esta: Algo como dois pilares derrubados e um de pé, que deveriam sustentar uma base do país que está inclinada, derrubada. O pilar de pé simbolizando as instituições da justiça. Os dois derrubados simbolizando sistema político e sistema de justiça." Afirmou Dallagnol pelo Telegram.

Na verdade ele queria é retratar sua própria imagem destruindo Lula e o PT. O monumento ficaria na praça em frente à sede de Justiça Federal de Curitiba, no bairro Ahú.

Chegou a levar a ideia ao então juiz Sérgio Moro: "Isso virará marco na cidade, ponto turístico, pano de fundo de reportagens e ajudará todos a lembrar que é preciso ir além. Posso contar com seu apoio?", questionou.

Moro respondeu profético: "Não é melhor esperar acabar?" E continuou: "Melhor deixar para depois. Em tempos de crise, o gasto seria questionado e poderia a iniciativa toda soar como soberba".

O diálogo mostra que Moro nem sempre é tão Moro assim. Ou então ficou enciumado. A escultura, talvez para ele, devesse ter cara de sabonete usado e ser barrigudinha.



 

Veja também:

>> Sequestrador de ônibus é morto pela polícia

>> Sequestrador estava em surto há um mês

>> Witzel comemora morte de sequestrador e vira alvo na rede

>> Eugênio Aragão: procurador escolhido por Bolsonaro não tem liderança

>> Contra o neoliberalismo, nada mais prático do que uma boa teoria

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Dallagnol quis erguer monumento a ele mesmo
 

Copyright 2020 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!