• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
SELECT TOP 3 B.Codigo , B.Nome_Arquivo , B.Href , B.Descricao FROM Banner B WHERE B.Publicar = 1 AND B.Data_Expiracao >= 20170726 AND B.[1pagina] = 1 AND B.Cod_Tipo_Banner = 4 ORDER BY B.Data_Publicacao DESC, codigo DESC
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Sexta-feira, 21 de Julho de 2017

A mosca que caiu na sopa do apresentador da Record - vídeo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > notícias conexão

Notícias Conexão

 

Sexta-feira, 17 de Março de 2017

Dallagnol afirma que até o meio do ano Lula será sentenciado

Da Redação

No dia em que a Lava-Jato completou três anos, o procurador da República, Deltan Dallagnol, em entrevista concedida a Bandnews na manhã desta sexta-feira (17), afirmou que o ex-presidente Lula deverá ser sentenciado em pelo menos um dos processos que responde até no máximo a metade deste ano. "Seja sentença de condenação ou absolvição", disse. Perguntado pelo âncora Ricardo Boechat sobre qual a pena que poderia ser aplicada em caso de condenação, Dallagnol se recusou a especular lembrando que por esta razão hoje é alvo de processo da defesa de Lula. Em exposição no ano passado, que ficou marcada pela apresentação em powerpoint, o procurador se referiu a Lula como o chefe da maior quadrilha já vista no país. Sem provas, mas com convicções.

Segundo Dallagnol, Lula foi denunciado em pelo menos seis processos. Além da Lista de Janot, divulgada parcialmente esta semana, Lula tem processos ainda em Curitiba (dois), São Paulo e Brasília.

Boechat perguntou sobre a redução da pena imposta a Marcelo Odebrecht que foi inicialmente condenado a 100 anos de prisão e agora, com a cooperação, caiu para três anos.

Segundo ele, embora a redução seja espantosa, ela é maior do que a maioria das penas aplicadas em crimes semelhantes pelo judiciário brasileiro. Em geral, afirmou, ficava-se preso no máximo três.

Boechat e Dallagnol falou também sobre a troca de sardinha por um cardume, em referência ao estímulo a delação para que se prenda grandes personagens. Embora não fosse citado, o ex-presidente Lula pairava na conversa como o foco.

Caixa 2 e corrupção



Dallagnol criticou também aqueles que tentam desvincular a corrupção do Caixa 2. Segundo ele, isso seria o mesmo de dizer. Ele disse que a classificação que tentam estabelecer, de crime praticado para eleição ou enriquecimento, só estimula a impunidade.

Sobre o seletivismo ao qual a Lava-Jato é acusada, Dallagnol afirmou que não há perseguição ao PT. Segundo ele, o PP é o partido que mais teve representantes processados. Em seguida o PMDB e o PT. Sobre o PSDB, centro da pergunta, o procurador nada falou. Boechat perdeu a oportunidade de lembrar que o STF arquivou denúncia que pesava sobre Aécio em que era acusado de receber R$ 1 milhão. A denúncia foi feita em 1998 e o caso foi prescrito.

Sobre o PSDB, Dallagnol disse que o partido não fazia parte da base aliada do governo do PT. Uma meia verdade porque sabe-se que as empreiteiras que tinham contrato com a Petrobras distribuíam verba de maneira igualitária entre PT e PSDB.

Powerpoint



Boechat perguntou ao procurador se ele reconhecia algum erro no curso da condução da Lava-Jato. Diante da pergunta do caso powerpoint, se ele faria diferente, Dallagnol tergiversou. Disse que houve um equívoco de interpretação. Segundo ele, quando colocou Lula no centro do esquema criminoso havia uma expectativa de que se dizesse qual o papel do ex-presidente:

- O comandante do esquema não suja as mãos - disse.

Paulo Roberto Costa, delator da Petrobras, atendia a João Vaccari Neto porque havia alguém acima. A partir daí o procurador faz uma engenharia de ilações que buscam envolver Lula no comando dos esquemas investigados.

Dallagnol voltou a afirmar estar convencido da culpabilidade de Lula - sem provas, mas com convicções.


 

Veja também:

>> Quando a tatuagem dói no olho de quem vê

>> Fábio Pannunzio da Band esculacha Fernando Holiday ao vivo no rádio

>> Felicidade Fechada: livro da filha Miruna restabelece a imagem de Genoíno

>> Infiltrados usam acessórios da CUT para tumultuar manifestação - vídeo

>> Lista Fechada é o mesmo que cassar em definitivo o voto do eleitor

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Dallagnol afirma que até o meio do ano Lula será sentenciado
 

Copyright 2017 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!