• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
SELECT TOP 3 B.Codigo , B.Nome_Arquivo , B.Href , B.Descricao FROM Banner B WHERE B.Publicar = 1 AND B.Data_Expiracao >= 20200529 AND B.[1pagina] = 1 AND B.Cod_Tipo_Banner = 4 ORDER BY B.Data_Publicacao DESC, codigo DESC
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Terça-feira, 26 de Maio de 2020

Jornalistas de Globo, Folha e Estadão vão deixar chiqueirinho do Alvorada

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > notícias conexão

Notícias Conexão

 

Quinta-feira, 07 de Maio de 2020

Atriz, radialista e ex-vereadora, Daysi Lúcidi morre vítima do covid-19

Daysi e Luiz Mendes - nove anos depois e aos 90 anos
Daysi e Luiz Mendes - nove anos depois e aos 90 anos


Ex-vereadora e deputada estadual do Rio, ex-atriz de TV e radialista, Daysi Lúcidi foi mais uma personalidade vítima do coronavírus. Ela morreu na madrugada desta quinta-feira (7), aos 90 anos, no Rio. Viúva do também radialista Luiz Mendes, o "Homem da Palavra Fácil", ela estava internada no Hospital São Lucas desde 25 de abril onde foi internada por conta dos sintomas, mais tarde comprovados, do coronavírus.

Daisy Lúcidi nasceu no Rio, em 10 de agosto de 1929. Muito cedo começou sua carreira na Rádio Nacional, a maior emissora da América Latina, na época de ouro do rádio, nos anos 1940, 1950 e 1960, com seus programas de auditório, com nove orquestras e o radioteatro, onde Daisy, com voz marcante, iniciou aos 6 anos de idade declamando poemas.

Participou do programa Seu Criado, Obrigado!, ao lado de César Ladeira, durante dez anos. Ela participou também de novelas da Rádio Nacional, que paravam o Brasil de norte a sul, como integrante da equipe do radioteatro, com tudo ao vivo, sem poder errar.

Com a primeira novela, que ficou mais de três anos no ar, vieram outras com grande sucesso. Daisy Lúcidi estreou em 1952 na Rádio Nacional, no elenco de radioteatro, comandado por Floriano Faissal, do qual faziam parte Brandão Filho, Iara Sales, Zezé Fonseca, Isis de Oliveira, entre tantos outros artistas de sucesso.

Daisy Lúcidi também participou de várias novelas da Rede Globo, entre elas Paraíso Tropical, Passione, Bravo!, O Casarão, Babilônia, Geração Brasil e do seriado Tapas e Beijos.

Em 1971, Daisy Lúcidi estreou o programa Alô Daisy, que permaneceu no ar por 45 anos, no horário das 13h às 15h. Foi o primeiro programa de rádio voltado para o público feminino, para a dona de casa.

Com a projeção do programa, Daisy acabou entrando para a política - primeiro, para a Câmara Municipal do Rio e, depois, para dois mandatos seguidos como deputada estadual.

Daisy também desenvolvia um programa social, com creche e distribuição de alimentos, roupas e calçados para as famílias necessitadas. A sede da entidade, ficava na Rua Uranos, no morro do Alemão.

Daisy Lucidi foi casada por 64 anos com o radialista Luiz Mendes, que morreu em 2011. Ele também morreu aos 90 anos. Era botafoguense e gremista e cobriu todas as copas do mundo ao longo da vida profissional.

 

Veja também:

>> Queda na renda atinge 40% dos brasileiros

>> Coronavírus pega Marcelo Bretas

>> Lula: "Não é justo leito vazio em hospital privado e gente esperando a morte em casa"

>> O caos no tratamento dos pacientes do covid-19 no Rio

>> Sem equipamentos, Brasil tem mais trabalhadores da Saúde mortos que Itália e Espanha

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Atriz, radialista e ex-vereadora, Daysi Lúcidi morre vítima do covid-19
 

Copyright 2020 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!