• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
SELECT TOP 3 B.Codigo , B.Nome_Arquivo , B.Href , B.Descricao FROM Banner B WHERE B.Publicar = 1 AND B.Data_Expiracao >= 20200930 AND B.[1pagina] = 1 AND B.Cod_Tipo_Banner = 4 ORDER BY B.Data_Publicacao DESC, codigo DESC
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Terça-feira, 22 de Setembro de 2020

Mignonnes: corra e assista no Netflix antes que Damares censure
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Quarta-feira, 23 de Setembro de 2020

"Remédio Amargo": filme que lava a alma da mulher oprimida

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > notícias conexão

Notícias Conexão

 

Sexta-feira, 07 de Fevereiro de 2020

Apresentador do Bom Dia Brasil é chamado de racista após gafe ao vivo

Fala discriminatória gerou polêmica na internet
Fala discriminatória gerou polêmica na internet

O apresentador Rodrigo Bocardi, do Bom Dia Brasil, da Rede Globo, foi alvo de críticas na Internet após se dirigir a um jovem atleta de Pinheiros, um clube de elite de São Paulo, como um empregado. A história, que viralizou na internet, ocorreu quando o repórter Tiago Scheuer entrevistou Leonel Diaz em uma plataforma de metrô. Ao dizer que o rapaz era do Clube Pinheiros, Bocardi, risonho, interrompeu a entrevista e perguntou se ele era um daqueles que pegavam as bolinhas de tênis para dar aos praticantes de tênis como ele. Não era. O rapaz era praticante de Polo Aquático.



O repórter e a apresentadora, Gloria Vanique, tentaram contemporizar dizendo se tratar de uma piada. Mas o sorriso amarelo ficou evidente.

A ex-deputada Manuela D'Ávila foi uma das que se manifestaram sobre o caso:

- Racismo estrutural. (...) A pergunta é simples: se fosse um menino branco com a camisa do clube, ele faria a mesma pergunta?

O episódio aconteceu durante reportagem sobre a dificuldade de moradores da zona leste de São Paulo enfrentam para pegar a linha vermelha do metrô lotada pela manhã. Na plataforma de uma estação.


Bocardi: "o Leonel vai pegar bolinha lá no Pinheiros?

- E eu tava achando que eram meus parceiros que pegam bolinha quando jogo tênis"




Para assistir ao vídeo no Twitter clique aqui


Jogador é craque no esporte


Leonel Diaz, o garoto que foi confundido com um pegador de bolinhas pelo apresentador do Bom Dia São Paulo, Rodrigo Bocardi, é mais do que um simples jogador de polo aquático. Nascido em Cuba, Leonel é sobrinho de um dos ícones da modalidade no país, o também cubano Barbaro Diaz. Ontem (6), o garoto de 18 anos comemorou exatos sete anos morando no Brasil, mesmo período que veste orgulhosamente a camisa do Esporte Clube Pinheiros.

O clube o proibiu de dar entrevistas. Seu tio, Barbaro, disputou duas edições dos Jogos Olímpicos por Cuba, em 1980 e 1992, e depois emigrou para o Brasil, onde trabalha como treinador desde 1994. Neste período, treinou por diversas vezes a seleção brasil.

 

Veja também:

>> Cedae ou desce: marchinha de Carnaval ironiza a água contaminada do Rio

>> Villas e Constantino, as tias velhas da Jovem Pan, batem boca ao vivo

>> Porta dos Fundos ironiza teste ideológico do governo Bolsonaro - vídeo

>> Pitacos sobre o Oscar 2020

>> David Miranda apresenta projeto para conter suicídio entre PMs

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Apresentador do Bom Dia Brasil é chamado de racista após gafe ao vivo
 

Copyright 2020 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!