• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
SELECT TOP 3 B.Codigo , B.Nome_Arquivo , B.Href , B.Descricao FROM Banner B WHERE B.Publicar = 1 AND B.Data_Expiracao >= 20170925 AND B.[1pagina] = 1 AND B.Cod_Tipo_Banner = 4 ORDER BY B.Data_Publicacao DESC, codigo DESC
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Terça-feira, 12 de Setembro de 2017

Xico Sá critica Zezé Di Camargo: "se o pau de arara fosse no seu c...."

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > notícias conexão

Notícias Conexão

 

Sábado, 18 de Março de 2017

Crítica & Literatura: as dores e delícias da existência real ou ficcional

Da Redação

Livro da jornalista Regina Zappa: recordações de um homem no leito de morte
Livro da jornalista Regina Zappa: recordações de um homem no leito de morte

Por Olga de Mello*

Poderia ser a trama de uma novela policial, se a narrativa se fixasse na obstinação do protagonista em salvar sua amada de uma sobrevivência dolorosa, patética. Um argumento forte para documentário, um chamamento à precariedade dos tratamentos de suporte a pacientes crônicos. O drama da vida real vivido pelo aposentado Nelson Golla, que há dois anos, abraçou-se à mulher, Neusa, internada em uma clínica para idosos, acionando um artefato explosivo que deveria matar o casal. Neusa morreu, Nelson responde em liberdade ao processo pela morte da companheira de mais de cinquenta anos de convivência, sob os cuidados dos filhos, preocupados com a tendência ao suicídio na família do pai.

Para montar o comovente livro-reportagem O último abraço: uma história real sobre eutanásia no Brasil (Record, R$ 32,90), o jornalista Vitor Hugo Brandalise ouviu Nelson, seus filhos, amigos e parentes, além de pessoas que conviveram com Neusa na clínica, desde que ela sofreu dois acidentes vasculares cerebrais. Nelson visitava a mulher todos os dias na casa de saúde da Zona Leste de São Paulo e conta que ouvia os apelos dela para tirá-la dali. A perplexidade que envolve os suicídios dá lugar, no texto, à discussão sobre eutanásia, o direito à morte digna e as escolhas de cada um sobre a forma de encerrar sua existência. Sem oferecer conclusões, mas incitando à compreensão sobre diferentes temas - a depressão, as difíceis condições de cuidar de inválidos no Brasil -, o relato da história do casal de classe média baixa, desde o namoro até o suposto pacto suicida, clama pela reflexão sobre assuntos que preferimos ler "por alto" nas páginas dos noticiários.




Situações que empurramos para baixo do tapete, por temor ou prudência, isolam em suas próprias esferas os contos de A Cápsula (Imã Editorial, R$ 36), que a jornalista Regina Zappa cria nas recordações de um homem no leito de morte. A melancolia de cada história curta, que se encadeia com a seguinte até um epílogo ligando todos os fios de um delicado tecido entremeado pela inocência do menino que cresce diante de realidades jamais analisadas profundamente, está calcada na realidade de todos nós.
A doença social emerge no alcoolismo, na bipolaridade de uma mulher perfeccionista, nas relações extraconjugais jamais reveladas, mas que se confrontam durante um velório, na fragilidade dos afetos turbinados pelas drogas, no vazio existencial. Lidos separadamente, cada história se desenvolve com independência, mas pode compor um belo mosaico da brasilidade sofrida, que festeja uma rotina de monotonias guardadas no fundo do peito.






Artista plástico destacado no cenário nacional, Jozias Benedicto venceu o prêmio Governo de Minas Gerais de Literatura 2014 com os belíssimos contos de Como não aprender a nadar (Apicuri, R$ 37), que têm nas piscinas o elemento comum para tratar de construções e divagações de diferentes personagens.


Violência, proteção, batismo, todas as metáforas para imersão, afogamento e ressurgimento estão nas histórias que traçam um panorama de sensações e sentimentos compartilhados por qualquer pessoa, em qualquer lugar do mundo.












*Olga de Mello é jornalista, crítica literária e escreve aos sábados em Conexão Jornalismo

 

Veja também:

>> Vítima de agressão da Guarda Municipal, professora aguarda há três dias cirurgia - vídeo

>> Arrecadação do Botafogo na Libertadores reduz expectativa de dívida em 2017

>> Temer 6%: ilegítimo ficou com R$ 19,8 milhões do dinheiro da campanha

>> Dallagnol afirma que até o meio do ano Lula será sentenciado

>> Requião: canoa furada da reforma da previdência começa a ser abandonada - vídeo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Crítica & Literatura: as dores e delícias da existência real ou ficcional
 

Copyright 2017 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!