• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
SELECT TOP 3 B.Codigo , B.Nome_Arquivo , B.Href , B.Descricao FROM Banner B WHERE B.Publicar = 1 AND B.Data_Expiracao >= 20180225 AND B.[1pagina] = 1 AND B.Cod_Tipo_Banner = 4 ORDER BY B.Data_Publicacao DESC, codigo DESC
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Quinta-feira, 22 de Fevereiro de 2018

Merlí: último episódio da última temporada deixa sentimento de viuvez
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Segunda-feira, 19 de Fevereiro de 2018

Camila Pitanga é ofendida por mulher em Shopping do Rio

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > notícias conexão

Notícias Conexão

 

Segunda-feira, 29 de Janeiro de 2018

100 anos de Sandro Moreyra: o legado e as histórias do jornalista narradas por PC Guimarães

Sandro Moreyra: um grande colunista e contador de histórais
Sandro Moreyra: um grande colunista e contador de histórais

PC Guimarães, jornalista, professor e escritor, durante muitos anos foi o colunista de esporte da rádio Conexão Jornalismo. De lá para cá, quanta coisa mudou!!! Seus cabelos, grisalhos, permaneceram o mesmo. Mas a vida!!! PC é representante do jornalismo na literatura brasileira quando o assunto é histórias e personagens do futebol - E não por acaso, em geral o assunto carrega viés alvinegro. Ele, que já tinha publicado um livro revelando os bastidores do Jogo do Senta (quando o Botafogo goleou o Flamengo e jogadores do time da Gávea sentaram em campo para diminuir o vexame), no ano passado homenageou outro grande torcedor do Glorioso: Sandro Moreyra. E tem mais: está no forno outra obra literária agora sobre Armando Nogueira.


Em reportagem publicada no jornal O Lance, PC fala sobre a carreira de um dos mais importantes cronistas esportivos do país homenageado no ano passado:

Publicado originalmente no Jornal Lance

Há exatos 100 anos nascia Sandro Moreyra, jornalista e cronista esportivo que deixou grande legado para as gerações seguintes. Sandro já tinha uma resposta pronta para todas as vezes que perguntavam a sua idade: "Sou um ano mais novo do que o João". O João era o também jornalista botafoguense e amigo de infância João Saldanha. Sandro Moreyra nasceu, foi criado e morreu no Rio de Janeiro, aos 69 anos, no dia 29 de agosto de 1987. Era pai das jornalistas Sandra Moreyra (repórter da TV Globo que morreu no dia 10 de novembro de 2015) e Eugênia Moreyra (ex-diretora de Jornalismo da GloboNews). Os pais, o escritor Álvaro Moreyra e a jornalista e poetisa Eugênia Álvaro Moreyra, revolucionaram os costumes no Rio de Janeiro dos anos 30 e 40.

O livro de PC Guimarães com as histórias de Sandro
O livro de PC Guimarães com as histórias de Sandro  


Em agosto do ano passado, o jornalista e professor Paulo Cezar Guimarães lançou pela Editora Gryphus o livro "Sandro Moreyra, um autor à procura de um personagem".

O cartunista Ique assina a caricatura da capa, João Máximo o texto da orelha e Carlos Eduardo Novaes, o prefácio.

Ate poucos dias antes de morrer, Sandra Moreyra, responsável pelo texto da quarta capa, manteve encontros com PC por mais de um ano e cedeu fotos, recortes de jornais, cartas e postais.






Sandro trabalhou por mais de 30 anos na redação do Jornal do Brasil, onde assinou a coluna Bola dividida. "Mais que um livro sobre futebol, a publicação fala sobre os pais de Sandro, da relação dele com a política, com o jornalismo, com a Mangueira, com as filhas, com os amigos e com as três esposas que teve, Milu, Lea e Marta", comenta a editora Gisela Zincone, da Editora Gryphus.

Conhecido pelo bom-humor e pelo bronzeado permanente, era na Praia de Ipanema que Sandro batia ponto antes de ir para a redação do JB. Chegava ao trabalho no fim da tarde, sempre depois de um mergulho com os parceiros João Saldanha, Carlinhos Niemeyer, Fernando Calazans, Heleno de Freitas e Sérgio Porto. Em sua coluna, sempre abastecia os leitores com notícias fresquinhas do futebol, sobretudo do Botafogo, seu time do coração. Quando escrevia lembranças, Garrincha e Manga eram os seus personagens favoritos.

PC Guimarães ouviu mais de 100 pessoas que conviveram com Sandro. Mergulhou de cabeça na vida do biografado, leu dezenas de livros, pesquisou periódicos, sites, blogs, assistiu filmes e visitou acervos públicos e pessoais. Foram conversas com parentes, jornalistas, jogadores, técnicos, juízes de Direito e árbitros de futebol.

Entre os entrevistados, Zico, Júnior, Antônio Maria Filho, Arnaldo Cézar Coelho, Elza Soares, Carlos Alberto Torres, Galvão Bueno, João Máximo, José Carlos Araújo, Juca Kfouri, Sérgio Cabral (pai), Ancelmo Gois, além das duas filhas (Sandra e Eugênia) e outros parentes próximos.

Fábio Lau e PC Guimarães: nos tempos da Rádio Conexão Jornalismo
Fábio Lau e PC Guimarães: nos tempos da Rádio Conexão Jornalismo  


- Resgatar Sandro Moreyra, cuja coluna no Jornal do Brasil era daquelas que faziam muita gente ler o jornal de trás para a frente, deu-me a oportunidade de conversar com pessoas engraçadíssimas e irreverentes ao estilo do próprio colunista. A geração dele era de uma época romântica em que se exercia o jornalismo com paixão e prazer - comenta o autor.

O livro lembra que mais de 500 pessoas, entre jornalistas, escritores, políticos, artistas, dirigentes de clubes, autoridades e fãs foram para a despedida de Sandro em 29 de agosto de 1987. O locutor José Carlos Araújo, que cobria o Botafogo como repórter, recorda detalhes daquele dia.

- Sandro era daqueles que contava piadas até em velórios. E no seu não poderia ser diferente.

A formalidade e todos os rituais foram mandados para escanteio. O caixão foi coberto com as bandeiras do Botafogo, do PDT (Partido Democrático Trabalhista) e da Mangueira; e com um adesivo "Diretas Já. Brizola presidente".

 

Veja também:

>> Le Monde: Brasil é uma democracia em declínio

>> Indústria automotiva alemã suspeita de fazer testes com humanos

>> Violência explode em Rio Branco, no Acre, em função do tráfico

>> O duplo auxílio moradia do juiz Bretas

>> Temer teria negociado venda do Aquífero Garani com a Nestlé

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
100 anos de Sandro Moreyra: o legado e as histórias do jornalista narradas por PC Guimarães
 

Copyright 2018 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!