• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
SELECT TOP 3 B.Codigo , B.Nome_Arquivo , B.Href , B.Descricao FROM Banner B WHERE B.Publicar = 1 AND B.Data_Expiracao >= 20190626 AND B.[1pagina] = 1 AND B.Cod_Tipo_Banner = 4 ORDER BY B.Data_Publicacao DESC, codigo DESC
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Terça-feira, 25 de Junho de 2019

Silêncio? Record afasta Paulo Henrique Amorim após 14 anos

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > conexão tv

Conexão TV

 

Segunda-feira, 19 de Novembro de 2018

Traficante carioca é extraditado do Paraguai

Com Agência Brasil e outras fontes

Um dos traficantes brasileiros com transações criminosas no exterior, Marcelo Pinheiro Veiga, o Marcelo Piloto, acusado de tráfico internacional, falsidade ideológica e homicídios, foi extraditado hoje (19) do Paraguai para o Brasil. Segundo a imprensa do Paraguai, ele deixou o país em uma aeronave do Grupo Aerotático da Força Aérea Paraguaia às 5h05.

Após sua prisão, sua advogada, Laura Casuso, acabou assassinada possivelmente a mando de traficantes locais. A razão foi sua incapacidade (ou impossibilidade) de conseguir a soltura dos clientes - entre eles Piloto e Jarvis Chimenes Pavão - um grande narcotraficante local.



Traficante confesso, Marcelo Piloto fugiu do Brasil depois de ser condenado a 26 anos de reclusão. A extradição do brasileiro foi cercada de sigilo e segurança envolvendo três barcos de patrulha das Forças Operacionais Especiais de Polícia (FOPE), segundo a imprensa do Paraguai.

No sábado (17), Marcelo Piloto esfaqueou 17 vezes na cela em que estava uma jovem, de 18 anos, que foi visitá-lo. Autoridades paraguaias acreditam que ele cometeu o crime na tentativa de evitar a extradição para o Brasil.

Piloto foi preso na cidade de Encarnación, no Paraguai, em 2017, após a descoberta que estava usando documentos falsos.

A advogada Laura, segundo a polícia paraguaia, teria sido bem paga pela sua atuação que tentava a soltura de Piloto. Além do brasileiro e Pavão, extraditado para o Brasil em dezembro, Laura trabalhou para Elton Rumich, conhecido como Galã e apontado como um dos principais fornecedores de drogas do Paraguai para as facções do Brasil. Ele foi preso em março deste ano em Ipanema. Elton é acusado pela polícia de ter participado da execução do traficante Jorge Rafaat, em 2016, que chefiava os negócios ilícitos na fronteira.

 

Veja também:

>> Atriz filma maus tratos de marido e divulga na TV

>> Onda gigante destrói varandas de apartamentos nas Ilhas Canárias - vídeo

>> Médico da Fiocruz contradiz colunista e explica "Mais Médicos "

>> Sobre Lula e Montezuma - Por Carlos D'Incao

>> Carta de um médico cubano a Jair Bolsonaro

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Traficante carioca é extraditado do Paraguai
 

Copyright 2019 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!