• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
SELECT TOP 3 B.Codigo , B.Nome_Arquivo , B.Href , B.Descricao FROM Banner B WHERE B.Publicar = 1 AND B.Data_Expiracao >= 20191112 AND B.[1pagina] = 1 AND B.Cod_Tipo_Banner = 4 ORDER BY B.Data_Publicacao DESC, codigo DESC
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Quinta-feira, 10 de Outubro de 2019

Guga Chacra "esculacha" Eduardo Bolsonaro

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > conexão tv

Conexão TV

 

Quarta-feira, 29 de Maio de 2019

Marco Antonio Villa teria sido afastado da Jovem Pan a pedido de Bolsonaro - vídeo

Villa e Bolsonaro: críticas não digeridas
Villa e Bolsonaro: críticas não digeridas

Por 30 dias, pelo menos, o colunista da Rádio Jovem Pan, Marco Antonio Villa, estará distante deste ofício. Ele recebeu uma carta da empresa avisando que estará dispensado do serviço até segunda ordem. Há quem garanta que o afastamento ocorreu a pedido de Bolsonaro - que se transformou em alvo de críticas do colunista desde que tomou posse. Seus colaboradores, especialmente o ministro Ernesto Araújo, também não são poupados. Sobre o ministro ele já disse que atende a interesses estrangeiros. A notícia, truncada, viralizou na internet na segunda-feira (28) até que à noite o próprio personagem esclareceu os fatos.


O colunista ficou caracterizado com um crítico do PT e fez de Fernando Haddad seu alvo preferencial. A ponto de controlar sua agenda enquanto prefeito da cidade de São Paulo. Tal perseguição levou Haddad a abrir processo contra Villa.

Para alguns analistas, o afastamento a pedido de Bolsonaro seria uma maneira da emissora, uma das grandes audiências do ramo, manter-se alinhada ao governo federal de modo a garantir seu quinhão na verba oficial da publicidade.

Em entrevista ao site UOL, Villa disse que mesmo que ao fim dos 30 dias a emissora decida reincorporá-lo, ele próprio poderá não aceitar:

-Não é agradável o que eu estou passando, não sou moleque, tenho história, compromisso com a história. Mas como diz o poeta: 'tento manter a espinha ereta (não me dobro aos poderosos) e o coração tranquilo' - disse.

Sobre seu retorno em 30 dias Villa afirma não ter decidido: "Estou refletindo se volto ou não".

Ocorre que Villa acreditou que a liberdade de expressão que encontrou nos governos do PT seria admitida no Brasil sob gestão militar e num governo de direita. Assim, criticou o presidente, sua família e ministério. Ele não foi o primeiro a sofrer retaliação. Bob Fernandes, durante anos colunista da Gazeta de Vitória, foi demitido. Criticava demais o governo Bolsonaro. Hoje ele mantém um canal no Youtube.

Nos últimos dias, talvez sentindo a pressão, Villa passou a amenizar nas críticas e a elogiar os ministros Paulo Guedes, Sérgio Moro e a participação dos militares.

 

Veja também:

>> Os Dias de Dostô

>> Arrancada por bolsonaristas, faixa de estudantes é recuperada

>> A mais ampla pesquisa sobre drogas feita no país é engavetada por Bolsonaro

>> Mídia tenta "mitificar" Bolsonaro

>> As desgraças que rondam o país na gestão Bolsonaro seriam obra do acaso?

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Marco Antonio Villa teria sido afastado da Jovem Pan a pedido de Bolsonaro - vídeo
 

Copyright 2019 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!