• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Quinta-feira, 12 de Dezembro de 2019

Boa dica Netflix? "História de um casamento".
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Quinta-feira, 12 de Dezembro de 2019

Charlie Sheen, a lenda, comemora dois anos longe das drogas

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > verde > rio mais 20

Verde - Rio Mais 20

 

Terça-feira, 19 de Novembro de 2019

Desmatamento na Amazônia Legal cresce 30% em menos de um ano

Foto: Beto Ricardo/Instituto Socioambiental
Foto: Beto Ricardo/Instituto Socioambiental


A área desmatada na Amazônia entre agosto de 2018 e julho de 2019 foi de 9.762km², representando um aumento de 30% em relação ao período de agosto de 2017 a julho de 2018, que teve 7.536 km² desmatados na região, e também a maior taxa de desmatamento desde 2008. Os dados são do Projeto de Monitoramento do Desmatamento na Amazônia Legal por Satélite (Prodes) e foram divulgados nesta segunda-feira (18) pelo governo federal, por meio do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).


O levantamento de taxas anuais de desmatamento na Amazônia Legal - região que engloba os Estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins e parte do Maranhão - é realizado desde 1988 pelo Prodes. Para reunir os dados, o sistema utiliza os incrementos de desmatamento identificados nas imagens dos satélites Landsat, CBERS e ResourceSat, que cobrem a região amazônica.

De acordo com o levantamento deste ano, quatro estados respondem por 84% da área desmatada na floresta Amazônica. O Pará, que teve 3.862km² derrubados, é o estado com maior área de desmatamento, seguido pelo Mato Grosso, com 1.685km², pelo Amazonas, com 1.421km², e por Rondônia, com 1.245km².

Apesar de não estar entre os quatro estados onde estão as maiores áreas desmatadas, o estado de Roraima teve o maior aumento das taxas de desmatamento em relação a agosto de 2018 e julho de 2019, representando uma elevação de 216% em km² derrubados. Já o Amapá foi o estado com menor taxa de desmatamento, com 8 km² desmatados.

O levantamento divulgado nesta segunda-feira diz respeito a números ainda preliminares, uma vez que as taxas oficiais serão divulgadas no 1º semestre de 2020 pelo Inpe.

Do Sul21

 

Veja também:

>> Monica Bérgamo responde a Augusto Nunes em mais um embate entre jornalistas

>> Torcida do Vasco cria a "Rivasco" para zoar o rival Flamengo

>> Bebianno diz, em entrevista, que Moro mentiu em depoimento na Câmara

>> Patrícia Poeta diz que desempregados se "vitimizam e não correm atrás"

>> Repressão chilena atira para cegar

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Desmatamento na Amazônia Legal cresce 30% em menos de um ano
 

Copyright 2019 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!