• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Quinta-feira, 15 de Agosto de 2019

Após entrevistar Dilma, Juca Kfouri é demitido da ESPN
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Sexta-feira, 16 de Agosto de 2019

Bolsonaro ameaça Luciano Huck em esquema de compra de avião via BNDES

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > verde > água

Verde - Água

 

Quinta-feira, 07 de Fevereiro de 2019

Moro e Bolsonaro renomeiam ministro acusado de corrupção

Bolsonaro renomeia ministro acusado de corrupção
Bolsonaro renomeia ministro acusado de corrupção

Moro, aquele juiz outrora moralista, que dizia que caixa dois e fraude eleitoral eram crimes graves porque feriam a democracia, mudou. E como! Ele e o presidente assinaram documento que faz retornar ao ministério do Turismo o ministro Marcelo Álvaro Antonio que é acusado de criar candidatas laranjas para desviar dinheiro em benefício próprio. Questionado por um jornalista, Moro disse que se "houver indicações de crime" irá investigar. Mas como o marciano não pousou seu disco voador na Esplanada dos Ministérios e solicitou audiência.....



O ato de retorno foi assinado em conjunto. E a decisão publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (7). Deputado federal mais votado em Minas Gerias, e talvez este motivo pese na tolerância do outrora intolerante, o ministro, segundo denúncia fundamentada da Folha, montou um esquema de candidaturas laranjas que desviou verbas públicas de campanha para empresas ligadas ao seu gabinete na Câmara.

Álvaro Antônio havia sido exonerado nesta quarta-feira (6). Houve até quem acreditasse que seria a primeira ruptura do atual governo com alguém acusado de corrupção. Bobagem. A saída nada tinha a ver com o esquema de candidaturas laranjas, mas após a divulgação de sua exoneração, o ministro foi às redes sociais explicar que se tratava de decisão temporária para assumir mandato na Câmara e que retornaria no dia seguinte.

E estava certo.

Corrupção, ou suspeita, ou suposta, só é intolerável no quintal dos outros.

 

Veja também:

>> Marighella: Filme dirigido por Wagner Moura estreia amanhã em Berlim - vídeos

>> Casa de Rui Barbosa digitaliza 7 mil cordéis

>> Ministro do Turismo cai, mas pode retornar após posse como deputado

>> Justiça implacável - contra a esquerda - condena Lindbergh em segunda instância

>> Sono profundo: menino dorme após ser convidado por Trump para evento oficial

>> Papa faz visita histórica à Península Arábica, berço do Islã

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Moro e Bolsonaro renomeiam ministro acusado de corrupção
 

Copyright 2019 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!