• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Terça-feira, 14 de Maio de 2019

Reinaldo Azevedo diz que sentença de Lula precisa ser anulada
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Quinta-feira, 23 de Maio de 2019

Jean Wyllys acusa Miriam Leitão de pavimentar caminho de Bolsonaro

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > verde > água

Verde - Água

 

Quinta-feira, 16 de Maio de 2019

Água do Paraná está contaminada com agrotóxico

O perigo se esconde na água límpida e transparente
O perigo se esconde na água límpida e transparente

O paranaense consome uma das águas mais contaminadas do país. Em 326 dos 399 das cidades do Paraná foram identificadas 27 variedades das substâncias tóxicas, incluindo Curitiba. O mesmo número encontrado em Londrina entre 2014 e 2017. Mas o veneno não está só na água. Entre 2012 e 2017, foram consumidas quase 5.500 toneladas dos mais diversos agrotóxicos na cidade.

ver mais >>

Domingo, 03 de Março de 2019

Presidente da Vale é demitido às vésperas do Carnaval

Fábio pediu pra sair, entendeu?
Fábio pediu pra sair, entendeu?

Abafar a notícia e evitar que se relacione com o episódio em que, numa homenagem aos mortos do crime ambiental da Vale, em 15 de fevereiro último, se recusou a ficar de pé em respeito às vitimas. Até porque o motivo não teria sido apenas este. A demissão do presidente da Vale tem outras causas: talvez o ganho salarial de R$ 1,6 milhão, elevado demais para qualquer empresa do mundo, tenha contribuído. Mas o fato é que Fábio Schvartsman, o homem que estava diante da trilionária Vale durante o crime em Brumadinho, dançou. Ele vinha sendo pressionado pelas autoridades desde o episódio. Oficialmente diz-se que decidiu se afastar temporariamente do cargo.

ver mais >>

Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2019

Veneno da Vale: Rio Paraopeba tem nível de nível de metais 600 vezes o permitido

Acampada na região, Ângela Fernandes Costa observa com tristeza o rio Paraopeba contaminado | Foto: Lu Sudré
Acampada na região, Ângela Fernandes Costa observa com tristeza o rio Paraopeba contaminado | Foto: Lu Sudré

O crime cometido pela Companhia Vale do Rio Doce em Brumadinho, e que se estende por toda a região, deixa um rastro de contaminação de um dos principais rios de Minas Gerais, o Paraobeba, num nível 600 vezes acima do permitido. Acima do índice, a vida animal e vegetal do seu leito e arredores entra em processo de extinção.

ver mais >>

Domingo, 24 de Fevereiro de 2019

Meio óbvio, mas governo de Minas proíbe consumo de água do Paraopebas

Brumadinho: não beba da água
Brumadinho: não beba da água

Espanta imaginar que alguém que tivesse alternativa fizesse uso da água do rio Paraopebas, contaminada por rejeitos após o crime ambiental promovido pela Vale do Rio Doce em Brumadinho. Mas, pelo sim ou pelo não, o governador Zema (o sobrenome vai ficar para uma pesquisa em outra oportunidade) desaconselhou o uso da água mesmo para consumo animal.

ver mais >>

Segunda-feira, 18 de Fevereiro de 2019

Barragem no Rio também passa por inspeção

Reprodução de vídeo no Youtube
Reprodução de vídeo no Youtube

O Ministério Público Federal (MPF) e o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) estiveram na última semana na barragem hídrica de Juturnaíba para uma vistoria técnica. Localizada nos municípios de Araruama e Silva Jardim, na Região dos Lagos, a represa abastece cerca de 650 mil pessoas. A visita foi acompanhada por órgãos de fiscalização, ambientalistas e movimentos sociais para atualizar os laudos que atestam a segurança do local. A inspeção deve dar início a uma série de outras que tem por objetivo impedir que casos como o ocorrido em Brumadinho, que resultou na morte de mais de 160 pessoas, se repetiam em outros lugares do país.

ver mais >>

Quinta-feira, 14 de Fevereiro de 2019

Presidente da Vale não levanta da cadeira em homenagem às vítimas de Brumadinho

Presidente da Vale, Fábio Schvartsman, não se levanta
Presidente da Vale, Fábio Schvartsman, não se levanta

Até agora foram contabilizados 166 mortos. Mais de uma centena permanecem desaparecidos. O número, que já proporciona a maior tragédia ambiental ocorrida no país, em uma ação criminosa pela omissão da empresa diante dos riscos, parece não ter comovido o suficiente uma pessoa em especial. No minuto de silêncio dedicado às vítimas de Brumadinho, na Câmara, só o presidente da empresa, Fabio Schvartsman, não se levantou.

ver mais >>

Pág. atual: 1/89
 
 

Copyright 2019 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!