• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Quinta-feira, 10 de Outubro de 2019

Guga Chacra "esculacha" Eduardo Bolsonaro

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > cultura > turismo

Cultura - Turismo

 

Segunda-feira, 10 de Junho de 2019

Flávio Dino: agora saberemos se de fato "a lei é para todos"

Foto divulgação Governo do Maranhão
Foto divulgação Governo do Maranhão

Ex-juiz federal e agora governador reeleito do Estado do Maranhão, com o maior índice de aprovação entre os 27 governadores atuais, Flávio Dino criticou o comportamento do Ministério Público Federal durante a Lava-Jato por ter sido partidário e colaborativo com o Judiciário. No texto ele critica também o ex-colega de toga, Sérgio Moro a quem chama de parcial e suspeito. Ele defende que Moro se afaste do Ministério da Justiça ou então seja imediatamente afastado. Leia aqui seu artigo na íntegra:





"Membros do Ministério Público não podem ter militância partidária. Resultados de eleições, bem como preferência ou antipatia por partidos políticos, não podem ser determinantes para suas atuações processuais. Reportagens mostram que vários de Curitiba não cumpriram as regras.

Um juiz que orienta uma das partes no curso do processo é parcial e suspeito. Seus atos são nulos. Está na lei. E como repetiam nos processos de Curitiba: "a lei é para todos". Agora saberemos se "as instituições estão funcionando". Elas vivem a partir de hoje seu maior teste.

Lembro que o Brasil é submetido à jurisdição de Tribunais Internacionais, por força de atos legislativos aprovados pelo Congresso Nacional. Será péssimo se as instituições brasileiras nada fizerem. Pois é óbvio que sobrevirão condenações dos Tribunais internacionais.

Sergio Moro deve se afastar ou ser afastado do Ministério da Justiça. Quem instrumentalizou a Justiça Federal para fins eleitorais e partidários pode tentar fazer o mesmo com a Polícia Federal, agora sob seu comando direto".

Também do PCdoB como o governador Dino, a candidata a vice na chapa liderada por Fernando Haddad, Manuela D'Ávila, disse que o afastamento de Moro se faz urgente:

- É urgente o afastamento de Sérgio moro do ministério da justiça. Depois do que lemos sobre a instrumentalização da justiça federal para objetivos eleitorais temos noção do que ele é capaz de fazer com a Polícia federal, agora sob seu comando - disse.

 

Veja também:

>> Vaza-Jato: por esta Moro não esperava

>> Marco Aurélio critica "relação carnal" entre Moro e Dallagnol

>> Queixa de Moro sobre celular hackeado foi jogada para anular The Intercept

>> O arrependimento de Fagner pelo apoio a Bolsonaro e outras questões

>> Crítica & Literatura: Você que lê tanto.....

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Flávio Dino: agora saberemos se de fato "a lei é para todos"
 

Copyright 2019 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!