• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > transportes > taxi

Transportes - Taxi

 

Sábado, 12 de Novembro de 2016

Taxistas se solidarizam com senhora ofendida em Uber no Rio

Disputa pelo mercado de transporte de passageiros está em todo o país
Disputa pelo mercado de transporte de passageiros está em todo o país
Uma senhora que foi ofendida pelo motorista de Uber, cuja história foi retratada em Conexão Jornalismo nesta sexta-feira (11), recebeu a solidariedade de dezenas de taxistas que compartilharam a reportagem em suas redes sociais. O caso, ocorrido na quinta-feira (10), chamou a atenção porque, ao reclamar do motorista sobre o percurso que realizava, que se distanciava do destino, a senhora ouviu do motorista:

- Não sou taxista, mas petroleiro. Da próxima vez peça um "amarelinho!"

Procurada, a assessoria de comunicação da Uber disse que a maneira deselegante com que o motorista agiu não é condizente com os princípios da empresa. Mas alertou que de fato a Uber trabalha com pessoas que não são profissionais de praça, mas apenas com aqueles que desejam complementar o salário.

Otávio Neves, um taxista, após ler a reportagem, escreveu na sua página do Facebook:

- Senhora, pode vir para o amarelinho, aqui você tem o transporte legalizado e seguro. Aqui a senhora escolhe o caminho que prefere fazer. Pelo menos no meu serviço a senhora encontra esse nível de tratamento, acredito que na maioria também. Como disse o motorista pirata, clandestino: vem de amarelinho e deixa de ser maltratada por um motorista despreparado e ilegal.

Para conhecer a história envolvendo a passageira do Uber clique aqui.

Alguns internautas revelaram que o maior problema que enfrentam quando recorrem ao Uber é o desconhecimento das ruas pelos motoristas. Para tentar atenuar o problema, tais motoristas recorrem ao GPS. Mas deste sistema, muitas vezes, aumentam ainda mais a insatisfação.

Na página do Facebook de Conexão Jornalismo um internauta saiu em defesa do motorista do Uber:

- Foi um erro grave do motorista, claro, mas pelo menos temos como reclamar. E os amarelinhos que se recusam a fazer corridas que não são no trajeto deles, ou cobram acima da tabela, como fica? não adianta reclamar pois não dá em nada, você pode até ser agredido, e ninguém sabe quem foi! ou se organizam e prestam um serviço melhor, ou quem sempre vai pagar é o povo.(Promovam cursos gratuitos de reciclagem , o DETRAN rouba muito! exijam dele também, direitos seus e nosso) - disse Gustavo José Veras Falcao.

 

Veja também:

>> Pantanais do Pantanal: documentário mergulha na região mais misteriosa do país

>> Crítica & Literatura: Quando ler cura todos os males

>> Cúpula do PMDB no Senado cai na rede da Lava-Jato

>> Outra presidenta corre risco de impeachment: Park Geun-hye, da Coréia do Sul

>> Neste domingo Rio vai promover a prova "Corrida contra a diabetes"

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Taxistas se solidarizam com senhora ofendida em Uber no Rio
 

Copyright 2017 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!