• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Sexta-feira, 21 de Julho de 2017

A mosca que caiu na sopa do apresentador da Record - vídeo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > saúde > bem estar

Saúde - Bem Estar

 

Segunda-feira, 06 de Março de 2017

Recaída: Sílvio Santos volta a apresentar câncer de pele

Agências

Ao lado de um fã mirim e a marca na testa
Ao lado de um fã mirim e a marca na testa
Um dos principais nomes da TV no país, Silvio Santos volta a apresentar recaída no crônico problema de câncer de pele. Após três anos de um intenso tratamento, o dono do SBT recebeu diagnóstico de novo problema. Em janeiro, Silvio chamou a atenção dos fãs ao aparecer com a testa marcada por uma cicatriz. No entanto, agora se sabe que era o resultado da cirurgia para a remoção do tumor.

Em fotografias sem maquiagem de 2013, ele já apresentava uma grande pinta do lado direito da testa. Essa mancha estava um pouco maior no início do ano passado, em uma foto, também sem maquiagem, publicada pela apresentadora Angélica. No lugar dela, agora há apenas uma cicatriz. Pessoas próximas ao apresentador confirmam a doença, mas ressaltam que Silvio Santos já está curado.

Em 2014, ele revelou à revista Veja São Paulo que já tinha passado por duas intervenções contra o câncer. Em 2013, ele retirou a próstata, em um procedimento preventivo. No final daquele ano, o apresentador foi submetido a uma cirurgia de retirada de um tumor de pele na perna direita. ''Era uma ferida, que virou um tumor e agora foi removida. E só'', contou à revista.

Aos 86 anos, Silvio já prepara a sucessão no SBT. No último dia 23, o Governo Federal publicou decretos autorizando a ''transferência indireta e a modificação do quadro diretivo'' das concessões da emissora em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Porto Algre. Em breve, suas filhas serão oficializadas como donas da emissora.

Sinais que crescem ou sangram devem levantar preocupação
Sinais que crescem ou sangram devem levantar preocupação  













Saiba como identificar a doença



TIPOS DE CÂNCER DE PELE

Não-melanomas:

são tumores normalmente originados das células basais ou escamosas, que têm baixa
letalidade e alto índice de sucesso no tratamento.

Melanomas:

são originados nos melanócitos, células que produzem a melanina, pigmento que dá cor à pele. São tumores mais agressivos e potencialmente letais, especialmente quando há metástase para outros órgãos.

Alertas:

Mancha ou ferida que não cicatriza e que continua a crescer apresentando coceira, crostas, erosões ou sangramento, fique atento!

Pintas na pele:

As pintas podem ser classificadas em uma regra chamada ABCDE, que consiste em avaliar quatro características distintas. Uma mesma pinta pode apresentar uma ou mais dessas categorias e quanto maior o número, maior o grau de suspeita de ser um tumor de pele. Alguns tumores malignos de pele, porém, fogem dessa descrição e o melhor é procurar um especialista se você suspeitar de algo diferente.

Diagnósticos:

1) O dermatoscópio, aparelho portátil que emite luz e amplia a lesão a ser examinada em 10 vezes, auxilia na diferenciação de pintas suspeitas ou não.

2) Dermatoscópio Digital - Já pela dermatoscopia digital, a ampliação é ainda maior, colaborando no mapeamento e monitoramento de lesões na pele.

3) Microscopia Confocal -A microscopia confocal é outra técnica diagnóstica que pode evitar biópsias desnecessárias, por meio da criação de imagens tridimensionais da região examinada.

Tratamento:

A escolha do tratamento depende do tamanho, tipo e localização do câncer. O Núcleo de Câncer de Pele do A.C.Camargo Câncer Center conta com uma equipe ultidisciplinar e oferece aos pacientes os mais modernos aparatos tecnológicos para o diagnóstico e tratamento das lesões.

Fatores de risco:

Já ter sido diagnosticado com um câncer de pele anteriormente;
Histórico familiar de câncer de pele;
A exposição prolongada ao sol;
Queimaduras solares na infância ou adolescência;
Ter pele clara ou olhos claros;
Ser imunossuprimido;Proximidade constante com produtos químicos (como arsênico, carvão, parafina, alcatrão e outros óleos);
Doenças genéticas como o xeroderma pigmentoso ou infecções pelo papilomavírus humano (HPV).


Prevenção:

Evitar a exposição ao sol entre 10h e 16h;
Aplicar filtro solar diariamente (fator de proteção: mínimo 30) e repetir a
aplicação a cada 4 horas;
Utilizar proteções mecânicas para se proteger do sol (roupas, chapéus, etc);
Usar óculos escuros com lentes de boa qualidade, pois ajudam a proteger os olhos.

 

Veja também:

>> Fora de Pauta: a partir de hoje Jornalistas revelam bastidores da profissão

>> Depois de exaltar ricos, Dácio Campos vai para a geladeira no Sportv - vídeo

>> Gleise Hoffmann inicia campanha pela soltura de militantes do MST no Paraná

>> Sérgio Cortes e a cirurgia morista que lhe deu o status de delator

>> MBL convoca para protesto onde não gritar "Fora Temer" - vídeos

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Recaída: Sílvio Santos volta a apresentar câncer de pele
 

Copyright 2017 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!