• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Segunda-feira, 03 de Agosto de 2020

Felipe Neto critica Globo e CNN em entrevista na Globonews - vídeo
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Quinta-feira, 06 de Agosto de 2020

Netflix: Rede de Ódio é um filme obrigatório nestes tempos

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > saúde > bem estar

Saúde - Bem Estar

 

Terça-feira, 07 de Julho de 2020

Reabertura de bares e restaurantes no Rio aponta para agravamento da pandemia

Reprodução da TV Globo
Reprodução da TV Globo


Por Vanessa Nicolav

Imagens de pessoas sem máscaras e aglomerada em bares e restaurantes no Rio de Janeiro circularam nas redes sociais nos últimos dias e colocaram em cheque a decisão da reabertura desses comércios durante o pico da pandemia. O estado possui atualmente a terceira maior taxa de mortalidade do país, com 62 casos para cada 100 mil habitantes, segundo dados do Ministério da Saúde.



Para o pneumologista Alberto Araújo, a decisão demonstra descaso com a população, pois a curva de infectados é ascendente e ainda não há segurança sanitária no país. "O que vai acabar acontecendo é que as pessoas vão difundir rapidamente o vírus e podem ter as formas mais graves, o que vai levar novamente ao aumento da taxa de ocupação de CT [Centro de Terapia Intensiva]. Aí nós podemos chegar a uma situação limite em que os prefeitos e governadores tenham que fechar novamente as cidades e até eventualmente decretar o lockdown".

Outra preocupação do especialista é com a difusão de informações desencontradas por parte do governo federal. "A população está cansada, está exausta, principalmente porque não termos tido atitudes firmes de busca de proteção. Têm muitas pessoas que começam a achar que, 'bom, se vetou do uso das máscaras nas lojas em comércio, eu não preciso mais usar'."

A referência do veto ao uso de máscaras diz respeito a Lei 4.019, de 2020, que explicita o obrigatório do acessório em espaços públicos. Nos últimos dias, o presidente Bolsonaro (sem partido) aprovou a lei, mas vetou os artigos referentes ao uso de máscara em lojas, comércio e também presídios.

"A própria população está desinformada, em conflito consigo mesma, quando governantes sinalizam contra as evidências científicas. É lastimável esse comportamento. Eu diria para você que é um comportamento genocida", afirma Araújo.


Economia


Se a expectativa com a reabertura do comércio é a retomada da economia, os efeitos poderão gerar efeitos contrários. Segundo explica Juliana Furno, doutoranda em Desenvolvimento Econômico na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), um dos efeitos pode ser o agravamento da crise econômica e a ampliação da desigualdade no país.

"Não é exclusividade dessa crise, na verdade, todas as crises têm essa tendência, de aumentar a desigualdade. Porque quem tem dinheiro, compra barato e quem não tem precisa vender barato para poder sobreviver e comer."

Em vez dos dispendiosos incentivos ao sistema financeiro e grandes empresas, como tem feito o governo de Jair Bolsonaro, durante a pandemia, uma das formas de evitar a reabertura do comércio no pico do contágio, segundo a pesquisadora, seria efetivar reais políticas de apoio aos trabalhadores.

"Em todos os países que possibilitaram que empregadores fizessem acordo de redução de salários, o governo incrementou o restante do salário. Aqui, o governo vai dar uma parte do auxílio desemprego, ou seja, é injusto e é burro também, porque você tira dinheiro de circulação, reduz a base monetária salarial, dificulta ainda mais a retomada da economia", conclui Furno.

Edição: Camila Maciel

 

Veja também:

>> Haddad, no Roda Viva, afirma que Moro não é um democrata: vídeo

>> Dilma xinga Temer por defender permanência de Bolsonaro

>> Nem o vírus que teria tocado Bolsonaro soa verdadeiro

>> Saiba como fazer o teste diagnóstico de covid-19 pelo plano de saúde

>> Argentina Conexão Brasil: Tiques, o curitibano que leva ziriguidum à terra de Evita

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Reabertura de bares e restaurantes no Rio aponta para agravamento da pandemia
 

Copyright 2020 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!