• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2021

Danilo Gentili diz que Marcius Melhem quer silenciá-lo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > saúde > bem estar

Saúde - Bem Estar

 

Segunda-feira, 18 de Janeiro de 2021

É de SP a primeira indígena vacinada no país

Indígena de 50 anos foi vacinada em SP
Indígena de 50 anos foi vacinada em SP


Por Vanessa Ramos

Receber a primeira dose da CoronaVac neste domingo (17) em São Paulo, após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovar o uso emergencial da vacina contra a Covid-19, representa uma esperança para Vanuza Kaimbé, primeira indígena vacinada no Brasil.


Aos 50 anos, com experiência como técnica de enfermagem, inclusive no atendimento à população indígena na capital paulista, e recém-formada em Assistência Social com bolsa integral pela PUC-SP, Vanuza explica que espera um choque de realidade no país diante da crise sanitária.

"Desejo que o povo acorde para o que o acontece hoje no Brasil e que a ciência vença a política genocida e a ignorância", afirma Vanuza, que é também presidenta do Conselho do Povo Kaimbé no estado de São Paulo.

Em maio de 2020, ela também foi contaminada pela Covid-19. "Não foi fácil passar por esta doença, eu tive falta de ar e dores pelo corpo. Essa doença afeta nosso sistema nervoso, deixa a gente confusa, a gente chora. Eu sentia muito medo e quando a gente pensa que está se recuperando vem uma dor no corpo, uma fraqueza", relata.

Oito meses depois, ela ainda convive com as sequelas e teme não conseguir mais recuperar totalmente o olfato e o paladar, atingidos pela infecção.

Não bastasse as dores físicas, ela ainda vive o luto pela morte de dois primos moradores de Itaquaquecetuba e de Cidade Tiradentes, na zona leste da capital paulista, vítimas da Covid-19.
Vivendo atualmente na Aldeia Filhos Dessa Terra, em Guarulhos, na Grande São Paulo, ela conta que foi escolhida para ser a primeira indígena a tomar vacina por conta de uma campanha que iniciou há meses ao lado de outras lideranças que pressionaram o governo paulista e o Instituto Butantan.

Fora os indígenas do povo Kaimbé, outros moradores da aldeia onde vive, dos povos Tupi Guarani, Pankararé e Pankararu, também foram contaminados pela Covid-19. "Depois de lutar, conseguimos ampliar as testagens nas aldeias e também em indígenas que vivem na cidade", explica.

Além da defesa pela vacinação contra Covid-19, a representante do povo Kaimbé em São Paulo também levanta outras bandeiras.

"Me preocupo muito com meus parentes indígenas das diferentes etnias e nossa luta por saúde, educação, terra e moradia. Os governos devem reconhecer os indígenas aldeados e os que vivem nas cidades, já que somos uma grande maioria hoje e nossa luta é antiga como povos originários", destaca.

Vanuza levanta ainda o papel dos povos indígenas na preservação das condições para que a humanidade possa sobreviver na Terra.

"Somos os povos originários do Brasil e lutamos pela preservação do meio ambiente e pela vida tanto daqueles que nos odeiam, quanto daqueles que são favoráveis às nossas causas. Defendemos a vida da humanidade, ao contrário deste governo (Jair Bolsonaro) que nega a ciência, a educação e é totalmente desrespeitoso com o Brasil", finaliza Vanuza.

Brasil de Fato

 

Veja também:

>> Cunhado de Bolsonaro ganhou R$ 102 mil desde nomeação no Ministério da Defesa

>> Caixa Preta: PT quer que Bolsonaro revele gasto com propaganda da cloroquina

>> Procurador diz que entrega de oxigênio em Manaus foi interrompida propositalmente - vídeo

>> Aos 54 anos, a enfermeira Monica Calazans virou símbolo do Brasil

>> Crítica & Literatura: Algumas leituras no ano da peste*

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
É de SP a primeira indígena vacinada no país
 

Copyright 2021 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!