• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Terça-feira, 22 de Setembro de 2020

Mignonnes: corra e assista no Netflix antes que Damares censure
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Quarta-feira, 23 de Setembro de 2020

"Remédio Amargo": filme que lava a alma da mulher oprimida

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > saúde > bem estar

Saúde - Bem Estar

 

Sexta-feira, 24 de Julho de 2020

As duas realidades das crianças brasileiras em tempos de pandemia

Algumas crianças pobres, sem aula, dedicam-se ao lazer possível
Algumas crianças pobres, sem aula, dedicam-se ao lazer possível


Por Fábio Lau*

Não vou citar o nome do médico porque com ele estive e ouvi a título de confiança durante uma consulta. Mas creio que o conteúdo nos sirva de aprendizado da dura realidade nacional que divide o país em dois tal a desigualdade vigente e reforçada em tempos de pandemia.

Conversei com um conceituado clínico e pediatra, que atua nas redes pública e privada, sobre a pandemia e as crianças:

- Me convenci que há duas realidades neste Brasil desigual e que deveriam ser enxergadas sem o viés político:
As crianças ricas recebem aula via internet e encaram isso como um passa tempo. Não aprendem nada e na prática serve apenas para ocupar seu tempo. O ano letivo está perdido e pais, alunos e professores sabem disso. O aproveitamento é muito baixo.
Mas as crianças pobres sofrem em outras frentes: os efeitos do isolamento, que é traumático, não contam com internet de qualidade e uma parcela sofre danos emocionais. Ou convivem com problemas familiares, que se acirraram na pandemia, como a violência doméstica, ou a fome. Não são poucas as que têm, na merenda escolar, um componente importante na sua alimentação.
E aí, defender o mesmo tratamento para as duas classes, a simples manutenção em casa, se torna mais injusto do que retomar as aulas.

Como jornalista de classe média, e sem filhos em escolas, não tenho condições de dimensionar as duas realidades.

Mas, especialmente no que diz respeito aos pobres, e a necessidade de proteger as crianças, me pareceu uma "Escolha de Sofia".

* O médico atuou na linha de frente do coronavírus e foi infectado.

* Fábio Lau é pai/avô e em breve terá uma filha na escola.

 

Veja também:

>> Molon desmente Bolsonaro na aprovação do Fundeb: quis retirar dinheiro do Fundo

>> Justiça manda Frota penhorar bens para indenizar Gilberto Gil

>> Em Campanha, Trump manda fechar consulado chinês

>> Quatro regiões no estado do Rio estão em risco baixo para covid-19

>> Bolsonaro testa positivo três vezes e desmoraliza a cloroquina

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
As duas realidades das crianças brasileiras em tempos de pandemia
 

Copyright 2020 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!