• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Quarta-feira, 21 de Outubro de 2020

Robinho e seu Deus "particular" contra "pessoas usadas pelo demônio"

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > política > rio

Política - Rio

 

Quinta-feira, 05 de Março de 2020

Quem pagou o cachê do Carioca, o humorista alma gêmea de Bolsonaro?

Márvio Lúcio: banana para a democracia e o direito à informação
Márvio Lúcio: banana para a democracia e o direito à informação

O humorista Carioca, que já foi do Pânico na TV, uma aberração que se apresentava como programa de humor, saiu do obscurantismo esta semana para ajudar a desmoralizar a já combalida Presidência da República. Saiu de carro oficial para, com um cacho de bananas na mão, fazer piada com o micro-PIB acumulado pelas gestões Bolsonaro e Paulo Guedes no ano passado. Mas uma pergunta que se faz em todas as rodas de conversa em Brasília é: quem pagou ou prometeu pagar um cachê ao humorista para que ele desse pinta na capital federal?


Quem pretende obter a resposta é o deputado Alencar Santana (PT-SP). Ele protocolou na quarta-feira (4) requerimento de informações ao ministro-chefe da Casa Civil, general Walter Souza Braga Netto, sobre o tema.

Márvio Lúcio, que dá vida ao personagem, foi usado para que Bolsonaro pudesse escapar de dar explicações sobre o fracasso econômico que leva o país a um patamar de desemprego dos mais devastadores da história, somados a uma crise econômico onde as indústrias não produzem e o trabalhador perde poder de compra e direitos.

No requerimento de informações, o parlamentar petista indaga o general sobre quem pagou a encenação histriônica. "Foi contratada pelo poder público? Qual órgão? Qual foi o tipo de contrato? Quanto custou e qual a finalidade?".

Alencar Santana quer saber também se, no caso de o evento ter sido promovido por alguma rede rádio ou TV, se foi previamente autorizado pela Presidência da República. Nesse caso, "Quem o convidou? Por que o ator estava no carro presidencial? Qual a intenção do ato? O que justifica tal ação?".

O deputado argumenta que é "fundamental a obtenção das informações ora requisitadas para a adoção das medidas cabíveis contra essa medida frontalmente contrária à moralidade administrativa, com o uso indevido de símbolos nacionais e de bens públicos para desonrar os valores da República Federativa do Brasil".

O parlamentar criticou duramente Bolsonaro pela tentativa de fazer piada com a "lamentável notícia" sobre o fraco crescimento do PIB. Alencar criticou o fato de o comediante estar fantasiado de presidente da República "para fazer troça frente a profissionais de imprensa, simulando o odioso gesto de 'distribuição de bananas' a esses jornalistas e imitando de forma constrangedora a maior autoridade do País".

"A despeito do péssimo gosto em fazer blague num momento em que há uma piora do quadro econômico, o que reforça o quadro de miséria e de desigualdade crônicas no País, assolado pelo número indecente de desempregados, o ignominioso ato perpetrado pelo Senhor Presidente da República, humilhando seus próprios concidadãos, merece esclarecimentos porquanto símbolos nacionais foram conspurcados e bens públicos da União utilizados de forma indevida por alguém que jurou respeito à Constituição e que se diz patriota, provavelmente servindo o escárnio realizado como plataforma de publicidade para fins particulares", diz trecho do requerimento endereçado ao general que dirige a Casa.

Para ler o requerimento clique aqui.

 

Veja também:

>> A humilhação a jornalistas e a personagem criada por Al Pacino - vídeo

>> Benfica apresenta proposta milionária para tirar Jesus do Fla

>> Bolsonaro recorre a humorista para escapar de perguntas sobre o "pibinho"

>> Papa Francisco não contraiu coronavírus, revela Vaticano

>> Fanáticos religiosos e o permanente estado de exceção do capitalismo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Quem pagou o cachê do Carioca, o humorista alma gêmea de Bolsonaro?
 

Copyright 2020 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!