• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Quinta-feira, 16 de Novembro de 2017

Justiça condena Pânico na Band a indenizar Agnaldo Silva

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > política > rio

Política - Rio

 

Terça-feira, 14 de Novembro de 2017

Operação Cadeia Velha da PF tem Picciani como alvo

Jorge Picciani: Cadeia Velha para acusado também antigo
Jorge Picciani: Cadeia Velha para acusado também antigo

Deputados, empresários de ônibus e assessores foram alvo na manhã desta segunda-feira da Operação Cadeia Velha, da Polícia Federal. Ela foi deflagrada para tentar, pela enésima vez, tirar de circulação pessoas ligadas há anos a esquemas que envolvem a corrupção institucionalizada do Rio de Janeiro que mistura em uma só panela a política e empresas de ônibus. O principal nome da operação, o presidente da Alerj, Jorge Picciani, também está no alvo. Mas por enquanto apenas um dos seus filhos, Felipe, foi preso.

ver mais >>

Terça-feira, 14 de Novembro de 2017

Picciani: o esperma de touro e o dinheiro da corrupção

Esperma de touro: segundo Picciani, sinônimo de riqueza
Esperma de touro: segundo Picciani, sinônimo de riqueza

O presidente da Alerj, Jorge Picciani, é um cara rico que só. Sobre ele recai a suspeita, reforçada hoje pela investigação da Operação Cadeia Velha, de que a riqueza seria proveniente de um esquema envolvendo políticos corruptos e a Fetranspor. A tal empresa que cuida (mal) do transporte de ônibus no Rio é velha personagem quando o assunto é corrupção.

ver mais >>

Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017

O asfalto que cede e a cumplicidade oficial

Da Redação

O buraco que não fecha
O buraco que não fecha

Prova da cumplicidade dos governos, de todas as esferas, com empresas que abrem ruas e colocam asfalto é raramente acioná-las judicialmente. Um ano depois a Orla Conde, onde está o Porto Maravilha, no Rio, está cheia de buracos. Como pode isso ocorrer se ali é área de tráfego mínimo? Há uma regra raramente observada sobre como deve ser constituída uma pista de rolamento: brita, pó de pedra, pedra, até merecer finalmente a camada asfáltica. A proporção de cada item é fundamental. 63% de pedra, 385 de pó de pedra e uma capa asfáltica. udo em percentual pré-determinado pela engenharia. Acontece que as empresas não cumprem porque o buraco que se abre é o novo contrato de amanhã. E as autoridades da área não exigem perfeição porque não raro se beneficiam indiretamente de alguns contratos. Que nós pagamos. Cumplicidade no crime, portanto. A foto, publicada na capa do Globo, é de Guilherme Pinto.

ver mais >>

Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017

Rivalzinho: a atriz planta a alegria, mas o prefeito colhe tristeza

Leandra Leal criou o projeto "Rivalzinho" para retomar a vida noturna da Lapa, tão decadente. O acesso é gratuito e lá é vendido cerveja e salgados. Tudo certo? Tudo errado. Pelo menos para Crivella. Diz que a vizinhança reclamou do barulho que iria além da hora do silêncio. Leandra nega. Diz que tem todos os alvarás e que o som é mantido no limite do permitido e a coisa toda termina meia noite - conforme a proposta autorizada. Pelo sim, pelo não, a prefeitura decidiu acabar com o projeto. Barulho ali, se quiser, só de assaltantes.

ver mais >>

Quarta-feira, 04 de Outubro de 2017

Crivella mostra a cara de uma gestão moralista e reacionária

Da Redação - com informações do Globo

O Brasil na onda dos moralistas, hipócritas e da tirania dos governantes
O Brasil na onda dos moralistas, hipócritas e da tirania dos governantes

Não há mais dúvidas. O prefeito Crivella definitivamente não tem a alma do Rio e sua passagem no Palácio da Cidade é um sinal claro combinação astral amalucada. Não há inter-relação entre seu pensamento, político ou moral, com o de um povo que é naturalmente livre, humorado e de sorriso fácil. O prefeito do botox diz, a cada dia, a que veio: desfazer a alma da cidade. Ao ser falado sobre a exposição, Crivella foi cínico: "só se fizerem no fundo do mar". Alguém precisa dizer ao Cristão que a vaidade é o passo inicial da queda do sujeito orgulhoso.

ver mais >>

Domingo, 24 de Setembro de 2017

A esquerda e seus pudores em falar sobre violência urbana

Foto - El País- Fechar os olhos para não ver o caos
Foto - El País- Fechar os olhos para não ver o caos

Em meio ao caos na Rocinha, Dona Marta, Jacarezinho e outras dezenas de favelas do Rio uma voz não se ouve. A de políticos da esquerda. Por que? Há tempos a esquerda evita falar de violência urbana, Exército ou Rocinha. Mexe no tema como alguém que toca frasco usado no exame de fezes. Acha assunto menor. Por isso não tem voto onde está o voto. Simples assim. Com raras exceções, é verdade. Chico Alencar (PSOL) é uma delas.

ver mais >>

Pág. atual: 2/100
 
 

Copyright 2017 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!