• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Sábado, 17 de Abril de 2021

Jornalista teria sido vítima de racismo dentro da CNN

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > política > rio

Política - Rio

 

Segunda-feira, 05 de Abril de 2021

Os caminhos de Freixo e o futuro político da maior liderança surgida no Rio em 20 anos

Imagem do Wikipedia
Imagem do Wikipedia

A reportagem sobre a busca de Marcelo Freixo por alianças para o ano que vem, publicada no Globo, deixa evidente que o espaço no PSOL ficou pequeno demais para o parlamentar que construiu sua carreira política no campo popular e no enfrentamento do que há de mais árido na política estadual: violência urbana.

Hoje deputado federal com evidente destaque, Freixo poderá dar três passos para fora do partido onde foi gestado, ganhou corpo e forma, mas não aceita a necessidade vital que é compor para expandir fronteiras.



Dentre as alternativas que surgem no horizonte, uma delas seria regionalmente positiva, mas nacionalmente suicida. Falamos do PDT liderado no Rio por Carlos Lupi, mas que é enxergada no país como o território livre de Ciro Gomes. Questionado pelos brizolistas históricos, sem bandeira, aventureiro até na ânsia de se contrapor ao PT mais do que à direita, Ciro levaria Freixo para o mesmo abismo que parece aguardá-lo adiante. Mas com um agravante: Ciro é político em decadência. Moro ainda não cresceu tudo o que poderá crescer.


O outro partido, e que para muita gente é o caminho mais fácil, é o PSB. Mas a sigla é a própria incerteza histórica. Afora Alessandro Molon, que migrou para a legenda a fim de oxigená-la no Rio, não haverá no seu círculo gente para conversar. Pode se isolar ou mesmo perder influência política. A menos que arraste consigo boa parcela dos parlamentares e da militância - o que, a princípio, não será tarefa fácil.

O terceiro é o mais seguro caminho pavimentado pelo destino por conta da absoluta falta de liderança regional. Mas a decisão iria restringir seu crescimento nacionalmente. Pelo menos por enquanto. Vai entrar em uma fila que pode demorar a terminar. Mas, como naquele partido nem tudo é como parece, ele pode se tornar rapidamente uma expressão nacional. Tem feito gestões neste sentido. Desnecessário dizer de que partido estamos falando, certo?

 

Veja também:

>> A morte de Agnaldo Timóteo e a lacuna na música romântica

>> Nunes Marques e a desmoralização em praça pública

>> Orlando Morais deixa hospital após superar covid

>> "Doutor" Jairinho telefonou para governador na noite da morte de Henry

>> Círculo de Bolsonaro infectou 460 funcionários do Planalto

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Os caminhos de Freixo e o futuro político da maior liderança surgida no Rio em 20 anos
 

Copyright 2021 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!