• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Sábado, 03 de Novembro de 2018

Alec Baldwin é preso após confusão em estacionamento

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > política > rio

Política - Rio

 

Quarta-feira, 07 de Novembro de 2018

E até o Parcão do Leblon entrou na dança dos caretas

Lazer dos cães é atividade gratuita e que aproxima moradores e animais
Lazer dos cães é atividade gratuita e que aproxima moradores e animais

Os caretas do Leblon não se emendam. Nem os cães alcançam a paz. Em frente ao Selva de Pedra, condomínio feito pelos e para militares nos anos 70, e que carrega o nome de uma novela famosa da época, foi instalado um Parcão (parque de cães, para quem não está familiarizado). Mas eis que desde sua primeira abertura, há cinco anos, os remanescentes da ditadura encrencaram com a ideia. Acham que cão é vizinho indesejado. Aberto na gestão Crivella, ele amanheceu fechado na segunda-feira (6) e seguiu em silêncio por toda a terça-feira (até esta hora).



Mas há fatos periféricos curiosos. Ali, na mesma Praça Cláudio Coutinho, alunos de uma escola municipal - ou mais de uma - matam aula e fumam maconha. Desde as primeiras horas do horário letivo. É fato visto e presenciado pelos mesmos que se indispõem contra os cães.

Mas, como se percebe, a elite dos ouvidos sensíveis não ligam para os meninos pobres fora de sala de aula que são cooptados por traficantes e usuários mais velhos. Afinal, pensam, não são parentes e podem ser pessoas perigosas.

Mas já os cães.....

Um morador relatou a seguinte história:
- Há uma semana um policial civil flagrou um jovem armado no meio da praça. Desarmou e o colocou de cara para o chão. Um carro da PM passou adiante. Ele gritou para que ajudassem a "recolher o flagrado!". Os PMs fingiram não ouvir e seguiram adiante. O herói foi obrigado a soltar o "suspeitosíssimo".

Não sabe se devolveu a arma também. Melhor que não.

Mas o que há de mais grave na Praça Cláudio Coutinho é o latido dos cães.

O Parcão é um local de encontro e confraternização entre animais e donos de animais. Se problema há é com a cabeça do reclamante.

Conexão Jornalismo entrou em contato com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente para que explique o fechamento.

 

Veja também:

>> Arroz "Patriota?": e não é fake news

>> Cartunista vai relançar "Relatório Ota"

>> Bolsonaristas vaiam filme que retrata a vida de Freddie Mercury

>> Aluna da UNB é espancada por sete: ela segurou a mão da namorada

>> Felipe Neto diz que vai usar todas as suas forças contra "Escola Sem Partido"

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
E até o Parcão do Leblon entrou na dança dos caretas
 

Copyright 2018 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!