• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Sexta-feira, 21 de Julho de 2017

A mosca que caiu na sopa do apresentador da Record - vídeo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > política > internacional

Política - Internacional

 

Quinta-feira, 27 de Abril de 2017

Palestinos aderem massivamente à greve geral em apoio aos presos em Israel

Da Redação

O movimento de greve geral não está restrito apenas ao Brasil. As principais cidades da Cisjordânia e da Faixa de Gaza, bem como Jerusalém Leste, aderiram hoje (27) a uma greve geral convocada em apoio aos palestinos em prisões israelenses que completam o 11° dia em greve de fome. "A greve é um sucesso e afeta Israel", disse à Agência EFE Isa Qaraqe, presidente da Comissão de Assuntos para os Prisioneiros e Ex-Prisioneiros.

As lojas, bancos, fábricas e todas as instituições públicas dos territórios palestinos permaneceram fechadas hoje e tiveram apoio da zona oriental ocupada de Jerusalém, incluída a Cidade Velha, onde não sempre é visível este tipo de greve. O transporte público também foi afetado.

Em Jericó, Ramala, Hebrom e Gaza, dezenas de pessoas levantaram cartazes em apoio aos prisioneiros e centenas de simpatizantes iniciaram uma greve de fome simbólica de um dia.

Além disso, houve enfrentamentos com as forças de segurança israelenses no campo de refugiados de Yazalon e no posto de controle de Qalandiya, que une Jerusalém com Cisjordânia.

A greve é realizada um dia antes da convocação para o "Dia da Ira", também em solidariedade aos prisioneiros palestinos.

Em 17 de abril, o carismático líder do partido nacionalista Fatah, Marwan Barguti, fez uma chamada para iniciar uma greve de fome indefinida nas prisões israelenses que até o momento é seguida por aproximadamente 1,2 mil presos, segundo o Serviço de Prisões de Israel.

A Comissão de Assuntos dos Prisioneiros e Ex-prisioneiros avalia que são 1,5 mil os que aderiram à greve de fome, denominada "Greve pela Liberdade e Dignidade" e que exige a melhoria de suas condições, fim de situações de isolamento e o aumento das visitas de familiares.

 

Veja também:

>> Professores da Escola Parque, do Rio, aderem à Greve Geral

>> Lula diz estar ansioso para ficar frente a frente com Sérgio Moro - vídeo

>> TJ de São Paulo respalda maneirismo ditatorial de Alckmin e Dória

>> Primeiro encontro de Reggae começa neste sábado no Rio - vídeo

>> Morre, aos 79 anos, o jornalista Carlos Chagas

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Palestinos aderem massivamente à greve geral em apoio aos presos em Israel
 

Copyright 2017 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!