• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Terça-feira, 22 de Setembro de 2020

Mignonnes: corra e assista no Netflix antes que Damares censure
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Quarta-feira, 23 de Setembro de 2020

"Remédio Amargo": filme que lava a alma da mulher oprimida

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > política > geral

Política - Geral

 

Quarta-feira, 27 de Novembro de 2019

Papa diz que só diálogos podem conter convulsão da América Latina

Diálogo para conter onda de violência e repressão
Diálogo para conter onda de violência e repressão

O processo de convulsão social pelo qual alguns países da América Latina têm atravessado, na visão do Papa Francisco, só será amenizado caso os governos restabeleçam o diálogo com os atores sociais. Países como a Venezuela, Bolívia, Chile, Colômbia e Equador enfrentam uma onda de protestos e, como consequência, violência imposta pelos governos que não aceitam dialogar.



O Papa Francisco teme que a situação atual de protestos na América Latina se deteriore ainda mais. O Papa pediu paz, nesta terça-feira (26), em sua viagem de volta do Japão a Roma.

Ao ser perguntado sobre a situação de vários países, como Chile, Colômbia, Bolívia e Nicarágua, com tumultos, violência nas ruas, mortos e feridos, o papa reconheceu que não tinha como fazer uma análise.

"A situação atual na América Latina se assemelha à de 1974-1980, no Chile, Argentina, Uruguai, Brasil, Paraguai com (Alfredo) Stroessner, e também creio que a Bolívia (.). Uma situação pegando fogo, mas não sei se é um problema fácil de detectar", admitiu.

"Realmente não posso fazer uma análise sobre isso neste momento", afirmou.

O primeiro papa latino-americano da história, que viveu na carne os horrores da ditadura militar na Argentina, considera que "algumas declarações não são precisamente de paz".

"O que está acontecendo no Chile me assusta, porque o Chile está emergindo de um problema de abusos (sexuais de menores) que causou tanto sofrimento e agora esse problema, que não entendemos bem .", admitiu.

"Mas está pegando fogo e precisamos buscar diálogo e também a análise", acrescentou.

Francisco criticou os governos da região, os quais classificou como "fracos" sem especificá-los .

"Também existem governos fracos, muito fracos, que falharam em trazer ordem e paz, e é por isso que chegamos a essa situação", afirmou.

O papa argentino evitou falar sobre a Colômbia, país que visitou em 2017 e registrou manifestações históricas contra o governo de Iván Duque.

Em uma eventual mediação da Santa Sé nesses conflitos, o pontífice afirmou: "Estamos dispostos a ajudar quando for necessário".

Em sua conversa com cerca de 70 jornalistas de todo o mundo que o acompanharam na visita à Tailândia e ao Japão, o papa comparou os protestos em Hong Kong com os registrados no resto do mundo.

"Não se trata apenas de Hong Kong. Pense no Chile, pense na França, a democrática França: um ano de coletes amarelos. Pense na Nicarágua, pense em outros países latino-americanos que têm esses problemas e também em alguns países europeus. É algo geral. O que a Santa Sé faz com isso? Apela ao diálogo, à paz ", concluiu.

 

Veja também:

>> Após denúncias de sete invasões em escola, PM faz operação

>> Temer, de novo, admite que Dilma foi alvo de golpe

>> PSOL quer que ministro da Educação diga onde há plantação de maconha em Universidades

>> Castelo de cartas que elegeu bolsonaristas rui um pouco mais a cada dia...

>> Saúde precarizada, idosos podem ficar sem atendimento do SUS

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Papa diz que só diálogos podem conter convulsão da América Latina
 

Copyright 2020 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!