• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Sábado, 03 de Novembro de 2018

Alec Baldwin é preso após confusão em estacionamento

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > política > geral

Política - Geral

 

Terça-feira, 06 de Novembro de 2018

Moro diz, em entrevista, que Bolsonaro é sensato e moderado

Moro vê moderação no chefe Bolsonaro
Moro vê moderação no chefe Bolsonaro
O juiz Sérgio Moro disse, em entrevista coletiva, que ao encontrar com Jair Bolsonaro após ter sido convidado para ocupar a pasta do Ministério da Justiça, a partir de janeiro, encontrou um homem sensato e moderado. E mais: confirmou que o convite foi feito antes das eleições confirmando o que disse o vice-presidente, Hamilton Mourão. Inicalmente Moro negou que um convite pudesse ter conduzido seus atos como juiz. Ás vésperas do primeiro turno ele divulgou um depoimento de Antonio Palocci que atingia o PT e a candidatura de Fernando Haddad.

A fala de Moro, sobre a "moderação" de Bolsonaro, se contrapõe ao discurso de ódio da campanha e mesmo após o resultado final quando fez ameaças a adversários políticos e disse que manifestações podem ser tratadas como atos terroristas.

As declarações do agora juiz em férias foram concedidas primeira entrevista coletiva concedida pelo juiz, na tarde desta terça-feira (6), em Curitiba.

Moro tentou se desvencilhar das críticas de que teria condenado Lula sem provas. Para ele, o argumento não se sustenta:

- Houve enriquecimento ilícito de agentes públicos entre eles Lula - afirmou. Mas ele não disse como o imóvel que não foi usado ou vendido por Lula poderia ter representado enriquecimento.

Questionado sobre possíveis divergência entre ele e Bolsonaro, Moro disse: "Em qualquer governo há um presidente e seus ministros e em sempre há convergência sobre todos os assuntos, o que é natural. Havendo divergências tenho certeza que vamos chegar a um meio termo. Pretendo convencê-lo de meus posicionamentos, mas a palavra final será dele".

Moro acrescentou que as penas para crimes precisam ser mais rigorosas em alguns casos, e que o tema requer ampla discussão. "Acho que se barateia a vida quando se tem progressão de pena muito generosa", declarou.

Marielle



Sérgio Moro disse que pretende se debruçar sobre o Caso de Marielle que já chega a 250 dias sem solução: "Não desconheço o problema que envolve o assassinato da ex-vereadora Marielle Franco e do senhor Anderson Gomes. Eu acho que é um crime que tem que ser solucionado. Eu, assumindo o ministério, pretendo me inteirar melhor dessas questões e ver o que é possível fazer no âmbito do ministério".

 

Veja também:

>> Cartunista vai relançar "Relatório Ota"

>> Bolsonaristas vaiam filme que retrata a vida de Freddie Mercury

>> Aluna da UNB é espancada por sete: ela segurou a mão da namorada

>> Felipe Neto diz que vai usar todas as suas forças contra "Escola Sem Partido"

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Moro diz, em entrevista, que Bolsonaro é sensato e moderado
 

Copyright 2018 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!