• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019

Patrícia Poeta diz que desempregados se "vitimizam e não correm atrás"
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Terça-feira, 19 de Novembro de 2019

Monica Bérgamo responde a Augusto Nunes em mais um embate entre jornalistas

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > política > geral

Política - Geral

 

Quarta-feira, 09 de Janeiro de 2019

Fabricio Queiroz diz que críticas o fizeram evacuar sangue

Críticas precipitaram problemas de saúde
Críticas precipitaram problemas de saúde


Uma operação sobre corrupção é capaz de muita coisa, mas Fabrício Queiroz, o ex-assessor de Flávio Bolsonaro, se superou. Em entrevista concedida ao jornal Estado de São Paulo, o tenente reformado da PM do Rio atribuiu o agravamento de sua doença, câncer no intestino, ao fato das pessoas passarem a criticá-lo por ter acumulado e não explicado a origem de mais de um milhão de reais. Leia aqui.



Em nota divulgada na terça-feira (8), o MP do Rio disse que pedirá a quebra de sigilo bancário e fiscal de Fabrício Queiroz. Leia a íntegra da nota do MP no final da reportagem.

Ele disse que em breve irá explicar como acumulou, em um ano, R$ 1,2 milhão de reais - valor detectado em sua conta como movimentação atípica pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

- Após a exposição de minha família e minha, como se eu fosse o pior bandido do mundo, fiquei muito mal de saúde e comecei a evacuar sangue. Fui até ao psiquiatra, pois vomitava muito e não conseguia dormir. Estou muito a fim de esclarecer tudo isso. Mas não contava com essa doença. Nunca imaginei que tinha câncer - disse.

Internado desde o dia 30 de dezembro no Hospital Albert Eistein, em São Paulo, Queiroz passou por uma cirurgia, no dia 1º de janeiro, para retirar um tumor maligno no intestino. Nesta terça-feira (8) ele recebeu alta. O dia coincidiu com o que seria o depoimento de sua mulher e filhas - que acabaram não comparecendo por estarem em São Paulo. O ex-assessor ainda contou que fará sessões de quimioterapia, que podem durar entre três e seis meses.


Veja a nota do Ministério Público do Rio de Janeiro:



"O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) informa que os depoimentos de Nathália Melo de Queiroz e Evelyn Melo de Queiroz, filhas de Fabrício Queiroz e de sua companheira Márcia Oliveira de Aguiar, não ocorreram nesta terça-feira (08/01). De acordo com a defesa, "todas mudaram-se temporariamente para cidade de São Paulo, onde devem permanecer por tempo indeterminado e até o final do tratamento médico e quimioterápico necessários, uma vez que, como é cediço, seu estado de saúde demandará total apoio familiar."

Como já foi amplamente noticiado, foi sugerida a próxima quinta-feira, dia 10/01, para oitiva do ainda deputado estadual notificado Flavio Bolsonaro que, por força de prerrogativa parlamentar, pode indicar nova data para seu depoimento.

O MPRJ esclarece que a oitiva dos investigados representa uma oportunidade para que possam apresentar suas versões dos fatos e que o não comparecimento voluntário e deliberado reflete, neste momento, uma opção dos envolvidos, sendo certo que o direito constitucional à ampla defesa também poderá ser exercido em juízo, caso necessário.

Vale destacar que a prova documental encaminhada pelo COAF (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) ao MPRJ tem informações que permitem o prosseguimento das investigações, com a realização de outras diligências de natureza sigilosa, inclusive a quebra dos sigilos bancário e fiscal.

O MPRJ seguirá apurando os fatos de forma reservada e sigilosa, manifestando-se apenas por meio de notas oficiais."

 

Veja também:

>> Após matar animais raros e postar fotografias, americana é "caçada" na internet

>> Promoção do filho de Mourão causa revolta entre funcionários do BB e nas redes

>> Quem paga as diárias de Fabrício Queiroz no Albert Eistein?

>> Tretas do governo Bolsonaro são maiores do que o tempo de governo....

>> Moro enfrenta a rejeição comum a políticos impopulares - vídeo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Fabricio Queiroz diz que críticas o fizeram evacuar sangue
 

Copyright 2019 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!