• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2021

Danilo Gentili diz que Marcius Melhem quer silenciá-lo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > política > geral

Política - Geral

 

Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2021

Deltan é a desconstrução de um "menino prodígio": "não tenho vergonha na cara!"

José Cruz da Agência Brasil -
José Cruz da Agência Brasil -

Por Fábio Lau

Deltan Dallagnol recebeu dezenas, talvez mais de cem homenagens. Foi tratado como "o menino prodígio" do MPF.
Às escondidas produzia molecagens próprias de um bandido.
Explorou, da pior maneira possível, a confiança a ele devotada - nesta necessidade da sociedade e instituições de produzir heróis. Ele, assim, segue o caminho de Moro - mas de maneira pior. Permanece funcionário público.
Terá sorte se for apenas demitido.


Ele estabelecia, à revelia do PGR, convênios e acordos com entidades e instituições estrangeiras, para atender interesses momentâneos. E foi assim que quase recebeu dos EUA o dinheiro devolvido referente à indenização de acionistas da Petrobras com o qual pretendia criar uma entidade sem fins lucrativos, de caráter privado, dedicado à investigação, e com a qual pretendia gerir - inclusive os recursos.

Nesta segunda-feira (22), o site conjur mostra que Delta admitia que o escrúpulo escorria entre os dedos.

Diálogos da Vaza-Jato reforçam que a cooperação internacional feita entre os integrantes do Ministério Público Federal e autoridades estrangeiras ocorria por fora dos canais oficiais, ignorando a competência do Ministério da Justiça para centralizar a colaboração brasileira com outros países.

"Li o email de Mônaco, ainda, e é bem melhor do que havia achado. dá a entender que é possível regularizar [a cooperação] a posteriori. enfim, vamos nos falando e fique à vontade", afirmou em 2015 Orlando Martello.

Para Dallagnol, não havia problema seguir com essa metodologia. "Faz tpo [tempo] que não tenho vergonha na cara kkkk". Na mesma ocasião, o então chefe da "lava jato" disse que havia recebido um email do ex-procurador suíço Stefan Lenz e que os dois trocaram informações pelo Telegram. "Não comenta com ninguém do e-mail com Stefan. Se vazar algo não mandaram.", diz Dallagnol.

Em alguns casos, as informações de brasileiros e empresas nacionais eram encaminhadas a autoridades norte-americanas por pen drives, segundo mostra uma mensagem de Orlando Martello.

"Pessoal do RJ, na próxima semana Christopher do DOJ [Departamento de Justiça dos EUA] estará aí, certo? Quem de Vcs estará com ele, pois preciso encaminhar um pen drive para ser entregue a eles", diz o procurador.

Não é a primeira vez que os integrantes citam a cooperação ilegal com Mônaco. Em um diálogo recentemente publicado pela ConJur, Dallagnol admite que usava elementos obtidos fora dos canais oficiais e diz que se a cooperação informal caísse, "chega pelo canal oficial e pedimos de novo".

"Estou recebendo informações de Mônaco diretamente por email e foi autorizado o uso oficial.", diz Dallagnol. O procurador, no entanto, foi repreendido por Vladimir Aras, então responsável pela cooperação internacional da Procuradoria-Geral da República. "Delta, melhor ter cuidado. Que tipo de situação é? As defesas podem questionar o canal. O DRCI também."

 

Veja também:

>> BBB 21 parece ou não parece uma armadilha para negros?

>> Pesquisa revela que brasileiros são contrários ao decreto das armas

>> Convenção contra racismo aprovada pelo Congresso depende agora de Bolsonaro

>> Projeto reconhece injúria racial como racismo e o torna imprescritível

>> STF tende a anular condenações de Lula, diz revista

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Deltan é a desconstrução de um "menino prodígio": "não tenho vergonha na cara!"
 

Copyright 2021 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!