• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018

Funcionário do Mais Você é assassinado no Rio - vídeo
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Quarta-feira, 08 de Agosto de 2018

"Chandler Bing", de Friends, é internado às pressas nos EUA

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > política > geral

Política - Geral

 

Domingo, 21 de Janeiro de 2018

Cristiane Brasil vira a ministra mais contestada da República



Não há na história do país um caso público de um ministro tão contestado como Cristiane Brasil, tornada chefe do Trabalho no plantão do fim de semana (20), dia de São Sebastião. Para o decano do jornalismo pátrio, Hélio Fernandes, a quem este missiva consulta diariamente para entrar em Conexão com a história, recente e passada, o caso da filha de Roberto Jefferson merece uma consideração ainda mais especial. Escuta só:

- Quase 1 mês ficou como quase ministra.Seis juizes diferentes, consideraram que ela não tinha MORALIDADE( textual )para ser ministra do Trabalho. Num fim de tarde de um sabado com a temperatura ambiante perto de 40 graus, um ministro plantonista do STJ, resolveu esquentar mais as coisas.

- Então redescobrindo a moralidade, autorizou a deputada a se transformar em ministra.Todos são magistrados. O que é que o setimo a opinar, sabe o que os outros 6 não sabiam?

Cristiane Brasil infringiu as leis do trabalho ao não assinar carteira de funcionários - e está respondendo a processo trabalhista por causa disso. A ironia já seria suficiente, não? É o mesmo que colocar um curandeiro para ser ministro da Saúde. Mas o fato é que há curandeiros sérios e impolutos - que jamais foram denunciados por seus clientes.

A OAB, sempre com sono quando o assunto é interesse do lado de cá, diz que vai recorrer da decisão. O governo ilegítimo já marcou a posse para a segunda-feira com medo de que um novo recurso resulte em impedimento.

Sobre a pergunta de Hélio Fernandes, lá no alto, nenhuma resposta. Mas vale reforçar a tese de que o Judiciário Brasileiro vê cara e coração na hora da (desculpe o trocadilho) coroação. Lembra quando Dilma quis fazer de Lula ministro? Pois é.

Por meio de nota, o STJ informou que, ao analisar o caso durante o recesso forense, o ministro Humberto Martins concordou com os argumentos da Advocacia-Geral da União (AGU) "no sentido de que condenações em processos trabalhistas não impedem a deputada de assumir o cargo, já que não há nenhum dispositivo legal com essa determinação".

De acordo com o ministro, não existe no ordenamento jurídico norma que vede a nomeação de qualquer cidadão para exercer o cargo de ministro do Trabalho em razão de ter sofrido condenação trabalhista.

Do FB de Hélio Fernandes e da EBC - Agência Brasil

 

Veja também:

>> Globo pode cortar salário de repórteres "medalhões"

>> Miss Bélgica: do trono ao bullying nas redes sociais

>> A humilhação imposta a Cabral é exemplo de vingança e não de Justiça

>> Congressistas americanos veem Lula perseguido pela Justiça brasileira

>> Morales quer proibir expansão de seitas evangélicas no país

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Cristiane Brasil vira a ministra mais contestada da República
 

Copyright 2018 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!