• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Segunda-feira, 16 de Setembro de 2019

Ator vem a público dizer que está vivo
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Segunda-feira, 16 de Setembro de 2019

Felipe Neto cancela participação em evento após anunciar ameaça de morte

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > política > geral

Política - Geral

 

Quarta-feira, 09 de Janeiro de 2019

Após matar animais raros e postar fotografias, americana é "caçada" na internet

Que nobreza residirá no ato de apontar um rifle para um animal indefeso, distante, e matá-lo? E especialmente se este animal estiver em vias de extinção? Foi o que fez a americana Tess Thompson Talley. Ela se orgulha de participar de safaris na África e matar animais. Alguns consegue empalhar e levar para sua casa nos Estados Unidos. Recentemente ela chamou a atenção por matar friamente uma girafa negra, rara, e vibrar ao lado do corpo do animal como se comemorasse um título. O fato é que agora houve uma reação e internautas de todo o mundo fazem uma campanha para que seja alcançada e encerrado o ciclo de exterminadora.



Vale lembrar que no atual governo brasileiro há correntes que defendem a legalização da caça de animais selvagens. Veja o vídeo:




Em uma visita a sua página numa rede social percebe-se que ela reúne fãs que pensam como ela: matar um animal indefeso é um gesto que revela coragem, astúcia, determinação. Na verdade, cá para nós, ele revela muito pouco além de covardia, frieza e desprezo pela vida do planeta.

Antes de matar a girafa ela postou na sua página no Facebook:

-Orações para a caça dos meus sonhos se tornaram realidade hoje! Eu descobri essa rara girafa negra e eu a perseguia por algum tempo. Eu sabia que ela era a escolhida. Tinha mais de 18 anos, 4.000 libras.

Chegará o dia da caça na sua vida.

 

Veja também:

>> Promoção do filho de Mourão causa revolta entre funcionários do BB e nas redes

>> Quem paga as diárias de Fabrício Queiroz no Albert Eistein?

>> Globonews alivia e chama governo Bolsonaro de "centro direita"

>> Faustão nega que tenha chamado Bolsonaro de "imbecil" - vídeo

>> Mãe de Priscila Belfort vai coordenar setor de desaparecidos

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Após matar animais raros e postar fotografias, americana é "caçada" na internet
 

Copyright 2019 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!