• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Sábado, 03 de Novembro de 2018

Alec Baldwin é preso após confusão em estacionamento

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > política > eleições

Política - Eleições

 

Quinta-feira, 13 de Setembro de 2018

Pesquisa Vox Populi revela que Haddad já lidera disputa

ATENÇÃO! ATENÇÃO! Haddad super Bosonaro em nova pesquisa
ATENÇÃO! ATENÇÃO! Haddad super Bosonaro em nova pesquisa
Por Fábio Lau

A associação automática entre Fernando Haddad e Lula, elemento usado com clareza pelo Instituto Vox Populi em pesquisa encomendada pela CUT, revela que o candidato apoiado pelo ex-presidente já é o líder na disputa. Segundo os números divulgados nesta quinta-feira (13), Haddad tem 22 pontos e é seguido por Jair Bolsonaro que teria agora 18 pontos. Ciro Gomes, candidato pelo PDT, estaria em terceiro com 10 pontos seguido por Marina, 5, e Geraldo Alckmin, 4.



A subida estrondosa de Haddad se deveu a uma associação óbvia usada pelos pesquisadores que apresentou uma lista com os nomes dos candidatos. No nome de Fernando Haddad seguia a expressão "apoiado por Lula". Com esta relação direta entre os dois nomes, os eleitores decidiram rapidamente pela alternativa.

Outro fator importante é que a rejeição sofrida por Haddad (38%) significativamente menor do que a dos principais concorrentes e só é maior do que a de Ciro Gomes (34%). Bolsonaro, Alckmin e Marina variam entre 57 e 50%.

Esta não foi a primeira vez que o Instituto Vox Populi usou a expressão para acompanhar o nome de Fernando Haddad. Em julho, em pesquisa semelhante, a relação direta foi apresentada e na ocasião o ex-prefeito de São Paulo alcançava 12 pontos contra 16 do candidato do PSL.

Outro detalhe importante é que a pesquisa foi feita antes do anúncio oficial de que Haddad seria o candidato de Lula - Ela foi realizada em 121 municípios entre os dias 7 e 11 de setembro - portanto, após o atentado contra Bolsonaro quando o candidato de extrema direita ganhou amplo espaço da mídia.

A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, para cima ou para baixo. O índice de confiança chega a 95%.

E a pesquisa acena ainda com otimismo para a recém oficializada candidatura de Fernando Haddad. Pouco mais da metade dos entrevistados (53%) sabe que Haddad é o candidato do ex-presidente. O petista, confirmado na terça-feira 11 como o cabeça de chapa na coligação com o PCdoB, também é o menos conhecido entre os postulantes a ocupar o Palácio do Planalto: 42% informam saber de quem se trata e outros 37% afirmam conhece-lo só de nome.

O desconhecimento é maior justamente na parcela mais propensa a seguir a recomendação de voto de Lula, os mais pobres e menos escolarizados. De maio para cá, decresceu sensivelmente o percentual de brasileiros que afirmam não saber que o ex-presidente está impedido de disputar a eleição: de 39% para 16%.

O crescimento de Haddad ocorreu exatamente entre este grupo de eleitores. Na comparação com a pesquisa de julho, Haddad passou de 15% para 24% entre os eleitores com ensino fundamental e de 15% para 25% entre aqueles que ganham até dois salários mínimos. O petista chega a 31% no Nordeste e tem seu pior desempenho na região Sul (11%), mesmo quando associado ao ex-presidente.

Bolsonaro, cujo nome está consolidado, é o candidato que recebeu maior menção espontânea entre todos: (13%), contra 4% de Ciro e Haddad, 3% de Marina e 2% de Alckmin.

Ao contrário de análises feitas recentemente pelos institutos Datafolha e Ibope, Bolsonaro levaria vantagem em confronto no segundo turno contra Alckmin e Marina Silva e só perderia para Ciro e Fernando Haddad:

Bolsonaro venceria Alckmin (25% a 18%), empataria tecnicamente com Marina (24% a 26%) e perderia para Ciro (22% a 32%) e Haddad (24% a 36%). O pedetista e o petista vencem os demais. O instituto não fez a simulação de um confronto entre os dois.

 

Veja também:

>> Às mulheres que enfrentam Bolsonaro

>> OAB quer punição à juíza leiga que mandou algemar advogada negra

>> Chamado de "jumento" por Ciro, Mourão quer substituir Bosonaro em debate na TV

>> 'Decisão do STF sobre Bolsonaro legitima o racismo no Brasil', diz professor

>> Agressor de Bolsonaro foi filiado a PSOL e pode ser fanático religioso

>> PM detém cadeirante que se manifestava pela liberdade de Lula

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Pesquisa Vox Populi revela que Haddad já lidera disputa
 

Copyright 2018 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!