• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Terça-feira, 20 de Junho de 2017

Viva Roda - Felipe Pena faz a roda do jornalismo girar para a esquerda - vídeo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > política > eleições

Política - Eleições

 

Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017

Fator Bolsonaro: Ignorar sua viabilidade eleitoral não irá anulá-lo

Da Redação

O crescimento da candidatura do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC/RJ) na última pesquisa CNT/MDA, divulgada nesta quinta-feira (16) revela um componente curioso. Ele cresceu no mesmo percentual de intenção de votos que a pesquisa apontou queda do senador Aécio Neves (PSDB/MG): 5%. O que isso significa? Que há um eleitorado volúvel, migrante, que estará disposto a apoiar qualquer candidatura, mesmo à direita no espectro político, desde que anule a possibilidade do PT, via Lula ou não, vir a ser candidato. Este eleitorado, ainda saliente nas redes sociais e em alguns ambientes profissionais, sente-se vitorioso com o golpe contra Dilma Rousseff mesmo que ele tenha representado perda de qualidade de vida para a população. Para este eleitor, manter o PT fora do poder, a qualquer preço, é a sua missão.



Na citação espontânea do nome do candidato que defende abertamente a pena de morte, a prisão de adversários políticos e propaga a misoginia, é o que há de mais revelador da força crescente da candidatura. Segundo a pesquisa, expressivos 6,5% dos entrevistados citaram seu nome espontaneamente - Lula foi mencionado por 16%.

Ciente da força da sua candidatura, ignorada pela esquerda que prefere tratá-lo com deboche ou como um personagem folclórico (tal e qual fizeram com Donald Trump nos EUA - e olha no que deu), Bolsonaro afirmou que não disputará a Presidência da República pelo PSC. Na pesquisa divulgada esta semana, o político reacionário figurava empatado em segundo lugar ao lado de Marina Silva e Aécio Neves. Os três juntos somariam um percentual de votos superior ao de Lula: 33,4 contra 30,5% do ex-presidente.

Seu nome é sondado por legendas menores, como o PRB e até o PR, mas é sabido que, caso continue crescendo, logo se tornará alvo de legendas mais tradicionais: PTB, DEM e PR ainda não tem nome para as próximas eleições. "Existem conversas, mas não estão em situação de fechamento", afirmou o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio e presidente licenciado do PRB, Marcos Pereira.

Enquanto a esquerda assiste a Lava-Jato de olho na sua única proposta eleitoral (Lula), Ciro Gomes, como regra três, tenta garantir espaço para uma eventual desistência do ex-presidente. Sobre alternativas concretas de gestão e principalmente de enfrentamento a um Congresso cada vez mais conservador - nenhuma ação.

A esquerda há décadas abdicou do trabalho de formar quadros políticos e bases eleitorais em sindicatos, associações de moradores, igrejas progressistas e entidades rurais. Hoje, mergulhada na classe média, assiste seu principal cacife político (o eleitor mais pobre) migrar para outras mãos, especialmente os evangélicos. Este grupo, conservador e temente aos políticos da ala progressista, tem faturado votos onde antes eram um nicho das esquerdas.

Não levar Bolsonaro a sério é tudo o que ele quer - e que a direita precisa.

 

Veja também:

>> O debate fora de hora sobre necessidade de torcida única

>> PM assassina: motociclistas da Rocam matam homem que se rendeu - vídeo

>> Perguntas de Eduardo Cunha encaminhadas a Temer são melhores do que eventuais respostas

>> Moro diante de Tarso confirma que o desespero bateu à sua porta

>> Carlos Moreno: Bombril não vê mais utilidade no maior garoto propaganda da história

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Fator Bolsonaro: Ignorar sua viabilidade eleitoral não irá anulá-lo
 

Copyright 2017 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!