• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Terça-feira, 22 de Setembro de 2020

Mignonnes: corra e assista no Netflix antes que Damares censure
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Quarta-feira, 23 de Setembro de 2020

"Remédio Amargo": filme que lava a alma da mulher oprimida

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > política > brasília

Política - Brasília

 

Sexta-feira, 31 de Maio de 2019

PSOL vai à PGR contra ministro da Educação

Ministro ameaça e constrange estudantes e servidores
Ministro ameaça e constrange estudantes e servidores


A bancada do PSOL na Câmara dos Deputados protocolou, nesta quinta-feira (30), uma representação contra o ministro da Educação, Abraham Weintraub, na Procuradoria Geral da República (PGR), devido à nota divulgada na qual o MEC tenta proibir a livre manifestação nas ruas e incentiva denúncias contra servidores que participarem. Para o PSOL, não há dúvidas de que Weintraub fere a Constituição ao ameaçar estudantes, professores e técnicos das escolas públicas de todo o Brasil.


Assinam o documento os deputados Ivan Valente, Fernanda Melchionna, Áurea Carolina, David Miranda, Edmilson Rodrigues, Glauber Braga, Luiz Erundina, Marcelo Freixo, Sâmia Bomfim e Talíria Petrone - integrantes da bancada do partido na Câmara.

No texto da representação, a bancada afirma que "é uma peça destinada a intimidar o livre exercício do pensamento, de expressão, de manifestação pacífica e ao direito de greve e da autonomia universitária". "É um ataque à própria Constituição Federal, naquilo que representa a sua essência, a liberdade dos brasileiros", argumenta a bancada na representação.

O documento lembra que, dias antes, em entrevista coletiva, o ministro acusou os estudantes e professores de fazer "balbúrdia com dinheiro público". A ação argumenta que: "gravidade que é um ministro de Estado da Educação atuar para denegrir a imagem das próprias instituições de ensino superior e, no contexto dessa ação, a dos próprios alunos e professores, quando postura oposta era a esperada".



Para ler o pdf da representação clique aqui

 

Veja também:

>> A tragédia econômica do governo não é produto da incompetência

>> Mão do golpismo, Eduardo Cunha é transferido para o Rio

>> Lula manda carta a Agnaldo Timóteo

>> Os dias de Dostô (parte II)

>> Professores gaúchos fazem homenagem a educadores no IFRS

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
PSOL vai à PGR contra ministro da Educação
 

Copyright 2020 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!