• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Quinta-feira, 10 de Outubro de 2019

Guga Chacra "esculacha" Eduardo Bolsonaro

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > política > brasil

Política - Brasil

 

Quarta-feira, 09 de Outubro de 2019

Legenda de aluguel, PSL é abandonado por Bolsonaro em meio a crise

Luciano Bivar: Bolsonaro já está afastado
Luciano Bivar: Bolsonaro já está afastado


Um partido sem estrutura nacional e envolvido até o talo em suspeitas de corrupção com o uso da laranjas para desviar recursos, o PSL perdeu nesta quarta-feira (9) ainda mais sua importância. Jair Bolsonaro deixou a legenda antes que as denúncias que não param de se somar atinja ainda mais sua imagem já comprometida. O presidente da legenda, deputado Luciano Bivar (PE), ao saber da intenção do presidente em abandonar o barco, não demonstrou qualquer sentimento de perda. Ao contrário: "ele não disse que seus apoiadores deveriam esquecer o partido que está em estado terminal?". E acrescentou: Bolsonaro já está afastado da sigla.


Em entrevista à jornalista Andréia Sadi, da Globonews, Bivar disse que nada mudará na legenda - que deverá ser esvaziada com a mudança de parlamentares para outro grupo político.

Para o deputado e dirigente da legenda, o que importa é não perder espaço político:

- O que pretendemos é viabilizar o país. Não vai alterar nada se Bolsonaro sair, seguiremos apoiando medidas fundamentais. A declaração de ontem foi terminal, ele disse que está afastado. Não estamos em grêmio estudantil. Ele pode levar tudo do partido, só não pode levar a dignidade, o sentimento liberal que temos e o compromisso com o combate à corrupção -. disse.

A guerra no PSL começou com o afastamento do seu dirigente Gustavo Bebiano, que havia sido empossado secretário-geral da Presidência, ainda no início do governo. Ele era testemunha de muitos dos processos que resultaram em investigações contra a representação partidária em Minas Gerais - onde surgiram as primeiras denúncias de uso da laranjas.

O atual ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, está no olho do furacão por conta das denúncias que envolvem diretamente seu nome. Apesar disso, Bolsonaro se recusa a demiti-lo.

O senador eleito por São Paulo, major Olímpio, é mais um que tem se revelado insatisfeito com o afastamento do presidente da legenda: "seria como alguém sair de casa", disse. No início da semana o major criticou o 01 na escala de filhos do presidente: "Flávio Bolsonaro acabou! Não existe mais" .

O PSL já perdeu parte da sua representação. O deputado Alexandre Frota abandonou a legenda e hoje está abrigado no PSDB. A deputada Joice Hasselmann deve seguir o caminho trilhado pelo ex-ator pornô e mudar de partido. Aliados de Bolsonaro já discutem a destituição da parlamentar do posto de líder do governo.

 

Veja também:

>> Caetano lamenta demissão de jornalista especializado em música do Globo

>> Bacurau atinge meio milhão de espectadores

>> Alemanha: atentado contra sinagoga mata dois em dia sagrado dos Judeus

>> Começa a reflexão sobre o "lugar de fala"

>> Gilmar Mendes no Roda Viva - vídeo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Legenda de aluguel, PSL é abandonado por Bolsonaro em meio a crise
 

Copyright 2019 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!