• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Terça-feira, 30 de Novembro de 2021

Jornalista é demitida da Globo devido ao "alto salário"
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Segunda-feira, 22 de Novembro de 2021

Gilberto Gil revela ter sido alvo de racismo em colégio católico

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > política > brasil

Política - Brasil

 

Segunda-feira, 02 de Março de 2015

Gre-Nal deste domingo pode ter sido um marco para a Paz nos Estádios - vídeos

Da Redação

A paz é possível.
A paz é possível.
Muitos gaúchos imaginavam jamais ver esta cena. Numa terra em que até famílias se dividem sem chance de reconciliação por causa do futebol, ver gremistas e colorados lado a lado na arquibancada foi histórico.

Nas ruas de Porto Alegre, também, prevaleceu o armistício e, em alguns locais, até mesmo o congraçamento entre torcedores "rivais".

Houve algumas brigas isoladas, para variar, provocadas por torcidas organizadas. Gangues desocupadas e covardes, semelhantes às que afastam o público da festa no Rio, São Paulo, Belo Horizonte, etc. O espírito da grande maioria é pacífico, e isso deve servir de incentivo às autoridades para que combatam com severidade cada vez maior os criminosos que imperam nas torcidas organizadas do país.

Leia a reportagem do Zero Hora e veja imagens do domingo que lavou a alma de milhares de pessoas no Beira-Rio - e no Brasil.

Gre-Nal 404 termina empatado e o show fica por conta da torcida (setor misto da arquibancada, com colorados e gremistas, foi o ponto alto do clássico que ficou no 0 a 0)

Por Jones Lopes da Silva

No primeiro Gre-Nal em que colorados sentaram ao lado de gremistas, o futebol até podia ter tido gols e emoções mais alucinantes, em homenagem à iniciativa histórica. Mas, não. O empate sem gols mostrou mais da situação dos dois times, em um clássico apenas com lampejos de um lado e outro.



E o Inter começou com trocas de passes no início, e apenas Valdívia se atrevia a
partir com voluntarismo para cima do Grêmio, às vezes com dose exagerada. Houve uma primeira arrancada tricolor, um cruzamento de Lincoln que Felipe Bastos colocou de cabeça para fora, mas o Inter manteve o seu jogo de passes laterais. Em raro momento de atitude, aos 13 minutos Winck cruzou e Nilmar entrou dando uma casquinha de cabeça, mas o lance saiu do outro lado.

Jogo disputado, mas a rede não balançou.
Jogo disputado, mas a rede não balançou.  
Luiz Felipe Scolari, que à beira do gramado implorava a seus jogadores que marcassem a saída de bola do Inter. Aos poucos, acabou se fazendo ouvir. Com lentidão e sem solução, o Inter foi se afundando nas suas trocas de passes. O máximo que conseguiu foi fazer Marcelo Grohe trabalhar no escanteio cobrado por Valdívia. Grohe teve de salvar socando a bola aos 30 minutos.

Leia também: As musas do Gre-Nal de torcida mista
Grêmio dará 5,5 mil ingressos para o Inter na Arena

Tanto trotou em campo sem resultado que o Grêmio acabou por se impor. Os três volantes Wallace, Bastos e Araújo minuciaram melhor sua linha de frente e, aos poucos, o Grêmio ganhou confiança.

Aos 35 min, em contra-ataque rápido puxado por Mamute permitiu que Linconl concluísse a gol, meio sem ângulo. Forçou a defesa em dois tempos de Alisson, no chão, rente ao travessão. Araújo tentou concluir, mas estava impedido.
Aos 40 min, Mamute arrancou, cortou Winck duas vezes e chutou colocado para fora, com o goleiro Alisson batido.



Ao final do primeiro tempo, o Grêmio tinha seis conclusões, contra duas do Inter. E o técnito Diego Aguirre estava à beira do gramado com as mãos atrás da cabeça, como se não entendesse o que estava acontecendo.

Giuliano entrou no intervalo, no lugar de Araújo, era esperado. Mas Aguirre lançou mão de Vitinho, retirou Valdívia. Queria sacudir o time da modorra. O que se viu foi um lance de Giuliano concluindo para fora, de dentro da área. Ao menos o Gre-Nal embalou. Se Vitinho incendiou o clássico com arrancadas e acordou Anderson, o Grêmio respondia com Giuliano, Lincoln e a surpreendente força e atrevimento de Mamute. Aos 26 minutos, foi que quase provocou gol contra de Juan. Correu tanto, cansou e foi substituído por Everaldo.

No final, o Inter quase marcou em dois lances. Num deles, Grohe salvou cabeçada de Dourado, em cima da linha do gol. O clássico, enfim, podia ser a melhor homenagem à torcida mista.

 

Veja também:

>> Milton Neves é obrigado a se retratar ao vivo com Edmundo por causa de Jobson

>> Demitido da Folha por manifestar apoio à Dilma, Xico Sá vai para El País

>> Sonegação causa prejuízo cinco vezes maior que corrupção

>> Botafogo vence Flamengo em jogo histórico: 1 a 0 - vídeo

>> Alvinegros criam memes para 'zoar' o Flamengo

>> Crack deixa de ser assunto de polícia e passa a ser visto como problema social

>> Vinícius Dônola sofre sequestro relâmpago no Rio

>> Stédile avisa: sociedade não vai aceitar golpe

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Gre-Nal deste domingo pode ter sido um marco para a Paz nos Estádios - vídeos
 

Copyright 2021 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!