• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Quinta-feira, 12 de Dezembro de 2019

Boa dica Netflix? "História de um casamento".
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Quinta-feira, 12 de Dezembro de 2019

Charlie Sheen, a lenda, comemora dois anos longe das drogas

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > política > brasil

Política - Brasil

 

Quarta-feira, 13 de Abril de 2016

Funkeiros na orla da Zona Sul fazem ressuscitar música de Wilson das Neves - vídeo

Baterista acompanhou dezenas de artistas
Baterista acompanhou dezenas de artistas
Em 1996, quando o baterista Wilson das Neves gravou "O dia em que o morro descer e não for Carnaval", a música refletia um Rio que vivia oprimido entre o tráfico e o preconceito da classe média e da Zona Sul. As ocupações do Exército, na chamada Operação Rio, eram frequentes e imaginava-se que as comunidades, a época chamadas de favelas mesmo, um dia desceriam para exigir do Estado mais do que segurança em forma de PM, mas serviços de qualidade. Eis que 20 anos depois, a música, atualíssima, faz mais sentido que nunca. Os funkeiros da periferia vão tomar a orla da Zona Sul do Rio.

E neste domingo, não por acaso, o alerta de Wilson das Neves em forma de samba vai ganhar corpo e forma. Funkeiros, convocados por Rômulo Costa, da Furacão 2000, são aguardados em Copacabana. A expectativa é que 100 mil, pelo menos, ocupem a orla para gritar contra o impeachment da presidenta Dilma Rousseff. O coro será engrossado com vozes de movimentos sociais e estudantes. A concentração começa às 9 horas em frente a Rua Miguel Lemos. Mas espera-se que moradores de Copacabana se integrem aos manifestantes da periferia num grande evento em favor da democracia.

Carioca de 80 anos, o cantor e compositor tocou com grandes astros da MPB: Clara Nunes, Elizeth Cardoso, Elza Soares, Elis Regina, Chico Buarque... Muita gente boa bebeu na fonte da malandragem da qual Wilson das Neves é sócio fundador.

Chico Buarque o chama de "parceiro mais querido". Mas Neves é músico bastante requisitado pelos artistas da nova geração. A sua participação em "Trepadeira, do mais recente disco de Emicida, "O Glorioso Retorno de Quem Nunca Esteve Aqui", deu o que falar. O baterista também colaborou recentemente em canções de BNegão, Maíra Freitas e até do rapper americano Tyler "The Creator". Aos 80 anos, Wilson das Neves não envelheceu musicalmente nem um pouco.



O Dia Em Que o Morro Descer e Não For Carnaval



Wilson das Neves


O dia em que o morro descer e não for carnaval
ninguém vai ficar pra assistir o desfile final
na entrada rajada de fogos pra quem nunca viu
vai ser de escopeta, metralha, granada e fuzil
(é a guerra civil)

No dia em que o morro descer e não for carnaval
não vai nem dar tempo de ter o ensaio geral
e cada uma ala da escola será uma quadrilha
a evolução já vai ser de guerrilha
e a alegoria um tremendo arsenal
o tema do enredo vai ser a cidade partida
no dia em que o couro comer na avenida
se o morro descer e não for carnaval

O povo virá de cortiço, alagado e favela
mostrando a miséria sobre a passarela
sem a fantasia que sai no jornal
vai ser uma única escola, uma só bateria
quem vai ser jurado? Ninguém gostaria
que desfile assim não vai ter nada igual

Não tem órgão oficial, nem governo, nem Liga
nem autoridade que compre essa briga
ninguém sabe a força desse pessoal
melhor é o Poder devolver à esse povo a alegria
senão todo mundo vai sambar no dia
em que o morro descer e não for carnaval.



 

Veja também:

>> Manas e Monas: paródia de Roda Viva, de Chico Buarque, é sucesso na rede - vídeo

>> Cabo PM pega carona e vira doutor em Administração de Empresas

>> Lula: mesmo sem voz ex-presidente falou por 35 minutos - ouça aqui

>> Roberto Jefferson: "Eduardo Cunha será detonado após o impeachment!"

>> Jacques Wagner na TV Brasil: governo conta com 208 votos contra impeachment

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Funkeiros na orla da Zona Sul fazem ressuscitar música de Wilson das Neves - vídeo
 

Copyright 2019 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!