• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Quarta-feira, 10 de Julho de 2019

Racismo na TV:apresentador ofende o povo negro ao criticar Ibope - vídeo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > política > brasil

Política - Brasil

 

Quarta-feira, 15 de Maio de 2019

Estudantes fazem paralisação em todos os estados contra bloqueio de verbas

Foto do Mídia Ninja na Uerj, do Rio
Foto do Mídia Ninja na Uerj, do Rio

Jair Bolsonaro entrou no quinto mês de gestão e amarga, à distância, a mais forte manifestação de rejeição à sua política de governo. Ele viajou para o Texas, nos Estados Unidos, onde espera receber um agrado de empresários brasileiros ávidos por transformá-lo em Homem do Ano. Mas aqui no Brasil, onde a crise econômica se agrava a ponto do próprio ministro da Economia, Paulo Guedes, dizer que estamos "à beira do abismo", a situação o coloca muito distante do troféu.



No Rio, São Paulo, Brasília, Minas Gerais, Pará e Ceará os movimentos de estudantes começaram ainda cedo. Mesmo no Sul do Brasil onde Bolsonaro recebeu sua melhor vtação houve adesão no Paraná - sede da Lava-Jato, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

E se a situação já não fosse suficientemente grave para o governo, o deputado federal do PCdoB de São Paulo, Orlando Silva, foi o autor do requerimento aprovado por mais de 300 parlamentares convocando o ministro da Educação, Abraham Weintraub, se explicar nesta quarta (15) na Câmara.

No Rio houve paralisação também de estudantes de escolas particulares. O tradicional Santo Agostinho interrompeu as aulas pela manhã. O São Vicente de Paulo, considerado progressista, também aderiu. Universidades e escolas suspenderam as atividades. A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), a Universidade Estadual da Zona Oeste (Uezo) e a Universidade Estadual do Rio de Janeiro estão entre as instituições de ensino superior que confirmaram paralisação.

Minas Gerais também tem manifestações. Em Belo Horizonte, estudantes do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet) começaram a se concentrar às 7h e carregavam faixas com dizeres como "Luto pela educação" e "A aula hoje é na rua".

Aulas foram suspensas em locais como Bahia, Paraíba, Rio Grande do Norte e Distrito Federal (um vídeo foi disponibilizado na fanpage de Conexão Jornalismo com a manifestação de Brasília).

Na capital do Ceará, Fortaleza, um grupo de estudantes de instituições federais do Ceará bloqueou a Avenida da Universidade, no Bairro Benfica. O ato começou por volta das 5h, e participantes seguravam cartazes com mensagens como "Não fechem nossa universidade".

Em São Luís, no Maranhão, manifestantes bloquearam a Avenida dos Portugueses. De acordo com a presidente da Associação dos Professores da Ufma, Sirliane Paiva, o corte invibiliza o progresso do ensino público.

Em Teresina (PI), estudantes universitários e secundaristas ocuparam a Praça Rio Branco, no Centro, e seguiram até o prédio da prefeitura.

 

Veja também:

>> O roubo de bueiro é mais um drama na maltratada cidade do Rio

>> Manuela D'Ávila lidera pesquisa pela Prefeitura de Porto Alegre

>> Reinaldo Azevedo diz que sentença de Lula precisa ser anulada

>> Renato Russo profetizou o Brasil de 2019 - vídeo

>> Carluxo vai mudar domicílio eleitoral para Santa Catarina

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Estudantes fazem paralisação em todos os estados contra bloqueio de verbas
 

Copyright 2019 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!