• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Quinta-feira, 10 de Outubro de 2019

Guga Chacra "esculacha" Eduardo Bolsonaro

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > política > brasil

Política - Brasil

 

Domingo, 06 de Outubro de 2019

Celso Amorim e o tiro que matou a menina Ágatha

Reprodução de vídeo: Celso Amorim
Reprodução de vídeo: Celso Amorim

O diplomata, chanceler e considerado por muitos como o maior Ministro das Relações Exteriores da história recente do país, Celso Amorim, se debruçou sobre um tema triste, trágico, do cotidiano, para definir o país em que nos transformamos após o golpe contra Dilma Rousseff. Sua personagem para traçar linhas tristes é a menina Ágatha Victória Félix, de 8 anos, morta em uma kombi quando voltava para casa. Leia o texto.




O TIRO QUE MATOU ÁGATHA


POR CELSO AMORIM

O tiro que matou Ágatha
não foi uma bala perdida.


O tiro que matou Ágatha
partiu de um policial cioso
de orientação superior.

O tiro que matou Ágatha partiu de quem disse que ia mirar na cabecinha e errou o alvo.

O tiro que matou Ágatha saiu
daquela "arminha" simulada
com gesto de mão.

O tiro que matou Ágatha partiu de uma sociedade que não tolera negros e pobres.

O tiro que matou Ágatha saiu da pistola na cintura de um deputado.

O tiro que matou Ágatha não
foi efeito colateral do combate aos narcotraficantes

O tiro que matou Ágatha não foi desferido por mão inexperiente.

O tiro que matou Ágatha
Já havia atingido Marielle.

O tiro que matou Ágatha não
pode ser esquecido ou perdoado.


Não há anistia para quem
mata uma menina de 8 anos.

Uma menina pobre e negra
que habitava uma favela
e se identificava com
a Mulher Maravilha.

Uma menina que sonhava
sonhos que não conhecemos, mas que podemos imaginar.

Nós que temos filhas e netas
que julgamos protegidas por
situação social ou limites urbanos.

O tiro que matou Ágatha
não pode ficar impune.

Sob pena de levarmos
para sempre o peso dessa
morte em nossos corações.

(publicado na revista Carta Capital de 02 de Outubro 2019)


Celso Amorim , diplomata, chanceler do governo Lula e ministro de Defesa de Dilma.

 

Veja também:

>> Fernanda Torres e a ofensa dirigida à sua mãe

>> Vera Malaguti: As UPPs foram o embrião das milícias no Rio - vídeo

>> A entrevista medrosa de Haddad a Andréia Sadi

>> Procurador que esfaqueou juíza tenta ser internado em clínica psiquiátrica

>> Moro volta a forçar a demissão: PF indicia ministro do Turismo e amigo de Bolsonaro

>> Concurso de miss infantil do SBT será investigado pelo Ministério Público

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Celso Amorim e o tiro que matou a menina Ágatha
 

Copyright 2019 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!