• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Sábado, 03 de Novembro de 2018

Alec Baldwin é preso após confusão em estacionamento

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > política > brasil

Política - Brasil

 

Quinta-feira, 08 de Novembro de 2018

Bolsonaro é "derrotado" pelo Senado que garantiu aumento ao STF

Foto de José Cruz, da Agência Brasil - aumento garantido e derrota de Bolsonaro
Foto de José Cruz, da Agência Brasil - aumento garantido e derrota de Bolsonaro

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, podia ter passado sem essa. Mas ao ir, pessoalmente, ao Congresso Nacional e falar em entrevista que esperava não ver concedido o aumento ao STF, sob pena de ver ampliar o déficit das contas, acabou sendo derrotado. O Senado Federal, neste final de legislatura, não hesitou em atender ao pleito dos ministros, da ordem de 16% (muito superior à inflação) e que pode gerar um rombo de R$ 4 bi - por conta do efeito cascata do reajuste que vai beneficiar o funcionalismo público federal.



Assim, sendo, o salário dos onze representantes da mais alta corte do Judiciário brasileiro salta de R$ 33,7 mil para R$ 39,2 mil. A proposta segue para a sanção do presidente Michel Temer (MDB) que não deverá impor obstáculos. O texto, aprovado pela Câmara Federal, estava parado desde 2016 no Senado. Foram 41 votos a favor da mudança e 16 contra.

Consultorias da Câmara e do Senado estimam que o reajuste poderá causar um impacto de R$ 4 bilhões nas contas públicas, porque altera o teto do funcionalismo público - servidores que poderão receber um mais gratificações e verbas extras, que hoje ultrapassam o teto.

Ainda nesta quarta-feira, os senadores também aprovaram um projeto que reajusta, nos mesmos valores, o salário do procurador-geral da República. Temer também tem a prerrogativa de vetá-los.

Ambos os reajustes passam a valer somente após a sanção presidencial.

 

Veja também:

>> Férias de Moro seriam infração, revela site

>> PF cumpre mandados da Lava-Jato contra deputados do Rio: 8 presos

>> A fotografia de Lula Marques!!!

>> Lista divulgada em Federal de Pernambuco faz ameaça a professores

>> A fusão do meio ambiente e Agricultura e o futuro dos brasileiros

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Bolsonaro é "derrotado" pelo Senado que garantiu aumento ao STF
 

Copyright 2018 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!