• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Sábado, 20 de Janeiro de 2018

Globo pode cortar salário de repórteres "medalhões"
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Sábado, 13 de Janeiro de 2018

Jornalista da Band é demitido na saída do estúdio

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > política > brasil

Política - Brasil

 

Quarta-feira, 10 de Janeiro de 2018

Bolívia reduz mortalidade infantil à metade no governo Morales

Drama da mortalidade infantil entra em estágio tolerável, segundo a OMS
Drama da mortalidade infantil entra em estágio tolerável, segundo a OMS

Embora uma das maiores promessas de Evo Morales ainda não tenha sido concretizada, restabelecer uma saída para o mar em favor de seu país, a Bolívia tem dado saltos de qualidade de vida significativos. O Ministério da Saúde daquele país afirmou o aumento da porcentagem de atendimento de mulheres grávidas por profissionais da saúde. Dados oficiais divulgados pelo órgão atestaram que a porcentagem de mulheres grávidas atendidas durante o parto por profissionais de saúde aumentou de 71,1% em 2008 para 89,9% em 2016.



Dessa forma, o governo assegurou que essas conquistas se devem, em parte, ao pagamento do Bônus Juana Azurduy, incentivo econômico para mulheres gestantes condicionando ao cumprimento de quatro controles pré-natais, parto em um centro de saúde e controle pós-parto. Além disso, o atendimento a crianças menores de dois anos de idade deve ser realizado 12 vezes para optar pelo benefício.

Com essa iniciativa, 1,7 milhão de mulheres concordaram em participar do incentivo e mais de 291 mil receberam o Subsídio Parental Universal pela Vida. Além disso, o Ministério da Saúde apresentou em 2016 a campanha de prevenção de gravidez para adolescentes, dirigida a mais de 840 mil estudantes secundaristas do país.

Segundo dados do Sistema Nacional de Informação de Saúde da Bolívia, 14% das adolescentes entre 15 e 19 anos ficaram grávidas no ano de 2016.

A diminuição da mortalidade materna também é outra conquista das políticas impulsionadas pelo governo do presidente Evo Morales, já que o número de mulheres mortas por complicações na gravidez ou parto diminuiu 30%.

Edição: Telesur

 

Veja também:

>> No debate entre francesas e americanas sobrou para o jornalista

>> Paulo Moreira Leite: verdades e mentiras sobre fake news

>> Do Blog do Miro: marqueteiro diz que mito de Bolsa começa a cair

>> Feministas francesas criticam puritanismo das americanas

>> Mulher é empurrada na linha do metrô - vídeo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Bolívia reduz mortalidade infantil à metade no governo Morales
 

Copyright 2018 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!