• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Terça-feira, 16 de Abril de 2019

Jornalista torturado pela milícia é tema do Conversa com Bial
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Sexta-feira, 12 de Abril de 2019

Danilo Gentili sofre nova condenação agora em processo de Marcelo Freixo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > política > brasil

Política - Brasil

 

Quinta-feira, 25 de Abril de 2019

Primo de Carluxo ganha emprego em Brasília: R$ 23 mil

Carlos, Léo Índio e o feeling do senador
Carlos, Léo Índio e o feeling do senador

Senador da República e vice-líder do governo Bolsonaro, Chico Rodrigues (DEM-RR) contratou o primo mais famoso do vereador Carlos Bolsonaro: Leonardo Rodrigues de Jesus será assessor parlamentar, o segundo maior cargo no gabinete, com um salário de R$ 22,9 mil. Conhecido como Leo Índio, ele é figura frequente em fotografias ao lado de Carlos Bolsonaro. O salário do cargo só é menor que o do chefe de gabinete, que recebe R$ 26,9 mil por mês.

ver mais >>

Quarta-feira, 24 de Abril de 2019

Ibope: aumenta rejeição ao governo Bolsonaro

Foto do Facebook: Índice de reprovação aumenta, revela Ibope
Foto do Facebook: Índice de reprovação aumenta, revela Ibope

A taxa de rejeição do governo Bolsonaro cresceu de 24 para 27% entre os meses de março de abril, segundo revela a pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (24). Mas se analisado desde a primeira aferição, feita em 16 de janeiro, a taxa aumentou em 11% enquanto o apoio popular caiu de 49 para 37% - uma perda de 12%. Os números são parte do levantamento feito entre os dias 12 e 15 de abril quando foram ouvidos 2 mil brasileiros em 126 municípios. Foi a primeira pesquisa encomendada pela CNI desde que Bolsonaro assumiu governo. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

ver mais >>

Terça-feira, 23 de Abril de 2019

Lula pode deixar a prisão ainda hoje? Sim. Mas você acredita nisso?

Vigília Lula pode ser extinta caso ele saia da prisão.
Vigília Lula pode ser extinta caso ele saia da prisão.

O ex-presidente Lula está preso há mais de um ano na carceragem da PF em Curitiba. Lá ele é o preso mais festejado do país - e talvez da história do Brasil. Afinal, desde que foi trancafiado por ordem judicial do juiz Sérgio Moro, o que reuniu provas, tomou depoimentos e proferiu a sentença, algo inédito na história do Direito em escala mundial, o povo não o abandonou.

ver mais >>

Terça-feira, 23 de Abril de 2019

STJ reduz pena de Lula que pode deixar prisão em setembro

Pena de Lula é reduzida
Pena de Lula é reduzida

Quando entrar setembro.... O Superior Tribunal de Justiça (STF) decidiu, nesta terça-feira (23), reduzir a pena do ex-presidente Lula. Com a medida, o ex-presidente poderá deixar a prisão ainda neste ano. A decisão foi em resposta a um pedido da defesa do ex-presidente no caso do triplex do Guarujá, em São Paulo. No entanto, com a condenação estratégica imposta por Moro sobre o sítio de Atibaia, que pode ser vendido pelo seu real proprietário, Lula poderá ser impedido de deixar a prisão.

ver mais >>

Segunda-feira, 22 de Abril de 2019

Investigação sobre facada em Bolsonaro vai demorar mais três meses

Adélio: prisão e mistério em torno da agressão
Adélio: prisão e mistério em torno da agressão

O mistério em torno do ataque a facas contra o então candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro, seguirá por mais três meses. A Polícia Federal (PF) vai pedir a prorrogação, por 90 dias, do inquérito relacionado ao atentado contra o presidente Jair Bolsonaro durante as eleições de 2018. O pedido deve ocorrer nesta terça-feira (23). O agressor, Adélio Bispo de Oliveira, foi preso em flagrante após o incidente que aconteceu em setembro do ano passado em Juiz de Fora (MG).

ver mais >>

Segunda-feira, 22 de Abril de 2019

Bolsonaro extingue grupo que identificava desaparecidos da ditadura

Deboche em cima da dor de parentes de mortos e desaparecidos - imagem do Facebook
Deboche em cima da dor de parentes de mortos e desaparecidos - imagem do Facebook

Mais um gol do governo a favor da ditadura e de seus criminosos. O governo Jair Bolsonaro (PSL) determinou na última semana o encerramento do Grupo de Trabalho Perus, responsável por identificar corpos de desaparecidos políticos da ditadura militar (1964-1985) entre as 1.047 caixas com ossadas da vala comum de um cemitério na zona oeste de São Paulo (SP), e o Grupo de Trabalho Araguaia, responsável pela busca e identificação dos restos mortais da guerrilha do Araguaia. A informação foi confirmada na manhã desta segunda-feira (22) pelo jornal O Estado de S. Paulo. Ambos os grupos são atingidos pelo decreto 9.759, que extinguiu conselhos e comissões que permitiam a participação da sociedade civil no governo federal.

ver mais >>

Pág. atual: 1/737
 
 

Copyright 2019 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!