• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > política > brasil

Política - Brasil

 

Segunda-feira, 16 de Março de 2020

Carta de Gustavo Bebianno a Bolsonaro fala de amor e sofrimento

Gustavo Bebianno: uma carta para o presidente
Gustavo Bebianno: uma carta para o presidente

A carta deixada por Gustavo Bebianno para ser entregue a Jair Bolsonaro é uma declaração de amor - hetero, conforme fez questão de frisar. Abandonado no primeiro mês de governo após dedicação de dois anos ao homem a quem chamava de "mito", o ex-ministro da Casa Civil deixou a carta e cópias nas mãos de quatro pessoas para que fizessem chegar às mãos do destinatário, o presidente. O tom sugere que sabia de antemão que não estaria presente, em vida, no ato da leitura. Tal carta, cujo teor você pode ler aqui, não é a aguardada correspondência que relataria as mazelas da campanha de Bolsonaro. Sobre esta, por enquanto, nenhuma notícia.

ver mais >>

Sábado, 14 de Março de 2020

Bebianno e uma tese: Arquivo que não se abre é fechado

A força deste título é menor do que deveria ser
A força deste título é menor do que deveria ser

Nunca vi um arquivo que não abre durar muito tempo. Mas Bebianno era o tipo de desafeto que aguardava um aceno para voltar. Ele não se conformava com a exclusão - não era o tipo que se revolta e vira adversário. No Roda Viva revelou-se um pote até aqui de mágoas. Mas, mesmo nas críticas, deixava escapar um beicinho típico de menino que aceita a humilhação de voltar caso o aceitem. Morreu carregando a frustração de quem achou que a vida lhe teria reservado algo raro na sua segunda metade: poder.

ver mais >>

Quarta-feira, 04 de Março de 2020

Bolsonaro recorre a humorista para escapar de perguntas sobre o "pibinho"

Carioca e Bolsonaro: piadas
Carioca e Bolsonaro: piadas

O medo de se ver obrigado a falar sobre o fracasso na economia, traduzido no PIB de 1,1% no ano passado, levou o presidente Bolsonaro a recorrer a um caminho patético: convidou um humorista, de alcunha "Carioca", para tripudiar sobre os jornalistas que lá estavam para entrevistar o mandatário.

A história, sem precedentes, ocorreu na manhã desta quarta-feira. Bolsonaro ria enquanto o humorista fantasiado como ele entregava bananas para os jornalistas que cobrem diariamente o Palácio da Alvorada.

ver mais >>

Sexta-feira, 21 de Fevereiro de 2020

PT vai pedir convocação de Moro por abuso de autoridade contra Lula

Foto: Ricardo Stuckert
Foto: Ricardo Stuckert

O PT vai convocar o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, para explicar o abuso de autoridade que o partido afirma que o ex-juiz cometeu. Lula foi requisitado a comparecer na Polícia Federal (PF), que é subordinada a pasta de Moro, para prestar depoimento sobre declarações contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A recomendação era para que se apurasse um discurso em que Lula relacionou Bolsonaro às milícias.

ver mais >>

Sexta-feira, 21 de Fevereiro de 2020

Deu ruim pro Witzel: viúva de Adriano diz que miliciano deu R$ 2 mil para campanha

Adriano: 2 mi para operar a milícia sem ser importunado
Adriano: 2 mi para operar a milícia sem ser importunado

A situação do governador que cunhou a frase "só na cabecinha", para defender o tiro em suspeitos de crimes nas favelas, entrou em situação de alarme máximo. A viúva do miliciano assassinado há dois sábados na Bahia, Adriano da Nóbrega, afirmou em entrevista à revista Veja que seu marido dera R$ 2 mi em dinheiro para a campanha de Wilson Witzel. Júlia Mello Lotufo diz que o dinheiro seria a garantia de que o governador não atrapalharia a vida de milicianos e seus esquemas a cada dia mais enraizados no Rio de Janeiro. Witzel nega.

ver mais >>

Quinta-feira, 20 de Fevereiro de 2020

Aliados acreditam que PMs atiraram em Cid Gomes para matar - vídeo

Cid Gomes deixou o trator e foi para o hospital
Cid Gomes deixou o trator e foi para o hospital

Aliados do senador licenciado Cid Gomes (PDT/CE) acreditam que os tiros disparados pelos policiais militares amotinados no quartel em Sobral, na tarde de ontem, tinham o objetivo de matá-lo. Embora oficialmente ainda não haja um pronunciamento neste sentido, o irmão do senador, o candidato derrotado à Presidência nas últimas eleições, Ciro Gomes, revelou em entrevista que os disparos foram dirigidos para o lado esquerdo do peito do seu irmão.

ver mais >>

Pág. atual: 1/754
 
 

Copyright 2020 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!