• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Terça-feira, 04 de Dezembro de 2018

Filme sobre golpe contra Dilma exibido no Parlamento Britânico
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Quarta-feira, 05 de Dezembro de 2018

Após massacre ao cão, Masterchef omite nome do Carrefour do programa

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > polícia > segurança pública

Polícia - Segurança Pública

 

Quinta-feira, 11 de Janeiro de 2018

Exército investiga se munição de depósito foi desviada para tráfico



Uma carga de 14 mil cartuchos de fuzil 7.62, usados por traficantes do Rio, furtada de um dos quartéis da 10ª Região Militar (10ª RM) no Ceará, foi recuperada pelo serviço de inteligência do Exército e da Secretaria da Segurança Pública (SSPDS). Pelo menos dois soldados do Exército estariam presos desde a semana passada, em Fortaleza, apontados como os autores do crime. Em nota, o Comando da 10ª Região Militar, informa que o sumiço foi constatado em vistoria realizada no dia 29 de dezembro de 2017 em um dos paióis da companhia.

Segundo o jornal O Povo, do Ceará, um dos militares teria trocado a munição por uma moto e um imóvel com integrantes da facção criminosa GDE. O POVO entrou em contato, na manhã de ontem, com o comando da 10ª RM e enviou um e-mail com dez perguntas sobre o caso. Até o fechamento desta edição, o comando do Exército em Fortaleza não retornou com as respostas.

O furto das 14 mil munições teria sido descoberto por acaso. Foi quando um contingente do Exército, lotado no 23° Batalhão de Caçadores (23º BC), teve de ser deslocado para o Rio Grande do Norte por causa da greve de policiais militares, civis e bombeiros do estado potiguar .

Ao disponibilizar o armamento para uma tropa de pelo menos 800 homens, militares notaram que milhares de cartuchos haviam sido desviados. Também há a suspeita, não confirmada pela 10ª RM, de que um dos soldados teria levado outras munições além dos cartuchos de 7.62 e algumas armas.

O Exército teria registrado um Boletim de Ocorrência (BO) sigiloso e abriu um inquérito Policial Militar (IPM) para investigar como a munição saiu da unidade militar sem que ninguém notasse qualquer movimentação suspeita.

A munição, levada do paiol (depósito de arma) de um quartel do Exército em Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), tem poder de dilacerar e é capaz de perfurar um veículo blindado.


Nota fala em divergência de material



"Foram constatadas divergências quantitativas entre a existência física e o Sistema de Controle Físico (Siscofis), instrumento de controle sistemático vigente em todo o território nacional que permite a gestão contínua de todo o material controlado do Exército Brasileiro", diz a nota.

O Inquérito Policial Militar foi instaurado no 10º Depósito de Suprimento, ao qual a 2ª Companhia de Suprimento é subordinada, e as investigações contam também com a colaboração da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS).

O Comando da 10ª Região Militar não confirmou oficialmente o tipo nem a quantidade de munição que desapareceu. A assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança declarou que não se pronuncia sobre o caso.


NdaR - Como se o desvio de material e sua possível transferência para criminosos não fosse de interesse do cidadão.

 

Veja também:

>> Cristiane Brasil e a patética função do Ministério do Trabalho na era do golpe

>> Xingamento a Jucá em avião não gerou processo de indenização - vídeo

>> No debate entre francesas e americanas sobrou para o jornalista

>> Paulo Moreira Leite: verdades e mentiras sobre fake news

>> Do Blog do Miro: marqueteiro diz que mito de Bolsa começa a cair

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Exército investiga se munição de depósito foi desviada para tráfico
 

Copyright 2018 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!