• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Segunda-feira, 17 de Junho de 2019

Paulo Betti é processado por racismo em clima de disputa sindical
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Terça-feira, 18 de Junho de 2019

Condenado a indenizar padres, Ratinho foi só sorrisos ao receber Sérgio Moro

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > polícia > segurança pública

Polícia - Segurança Pública

 

Sábado, 12 de Janeiro de 2019

E quando uma boa ação ocorre em Batalhão marcado pela corrupção?

O pai que agradeceu com postagem
O pai que agradeceu com postagem
O Batalhão de São Gonçalo entrou no noticiário há um mês quando 13 PMs foram presos acusados de desviar carne de um caminhão frigorífico roubado por bandidos naquele município. E não foi a primeira vez que a unidade se viu envolvida em crimes: há alguns anos alguns policiais, entre eles oficiais, foram condenados por envolvimento no assassinato da juíza Patrícia Acioly.

Eis que esta semana um sargento do mesmo BPM aparece na mídia de maneira inversa. Foi "flagrado" ao lado de outros colegas de farda carregando um aparelho de ar condicionado. Levou para uma casa em área pobre da cidade, conversou com as pessoas e saíram, todos, em uma viatura policial.

Mas uma postagem na internet do dono da casa esclareceu: um tal sargento França e companheiros não identificados compraram o aparelho de ar em uma loja do bairro e deram de presente a um vendedor ambulante. Motivo?

Dias antes, em patrulhamento na rua, conversou com o trabalhador que, ao falar dos 50 graus à sombra, se queixou que seu filho, com paralisia cerebral, não conseguia dormir por conta do calor.

Os PMs que fizeram o bem ao menino
Os PMs que fizeram o bem ao menino   

A partir daquele dia quem não conseguia pregar o olho era o policial - "penalizado com o sofrimento do menino", disse o narrador. E o fato é que nos últimos dias o Rio de Janeiro acumulou uma média de 40 graus com sensação térmica de 52.



No Batalhão o tal sargento França compartilhou sua angústia com outros colegas de farda e os convenceu a participar da vaquinha.

Alguns internautas criticaram Conexão Jornalismo pelo registro. Acharam que que não se deve dar colher de chá para a PM especialmente de um Batalhão cuja imagem está tão maculada por vinculações com o crime. Mas a gente lembra que há homens e homens. Policiais e policiais. E não podemos jogar todos no mesmo barco.

Fica aqui o registro da PM que admiramos.

 

Veja também:

>> Será Queiroz? Vídeo em que homem enfermo dança em quarto de hospital viraliza

>> Sete feminicídios só em MG este ano: grávida de oito meses morre em BH

>> Bolsonaro promove amigo que passa a ganhar mais de três vezes o salário na Petrobras

>> Governo Bolsonaro é o triunfo da ignorância e estupidez, diz Leonardo Boff

>> Rivotril mata mais do que cocaína e heroína, revela estudo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
E quando uma boa ação ocorre em Batalhão marcado pela corrupção?
 

Copyright 2019 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!