• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Sábado, 03 de Novembro de 2018

Alec Baldwin é preso após confusão em estacionamento

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > polícia > desaparecido

Polícia - Desaparecido

 

Terça-feira, 24 de Outubro de 2017

Em greve, jornalistas do Diário de São Paulo pedem ajuda para sobreviver

Repórteres não conseguem atender necessidades básicas
Repórteres não conseguem atender necessidades básicas


A crise dos jornais, agravada pelo monopólio que controla o mercado profissional de jornalistas e substitui os mais antigos por repórteres novos e inexperientes, está levando centenas, talvez milhares de jornalistas ao desespero. Mas é possível que você não tenha a menor noção do que ocorre neste meio. Afinal, quem promove o caos não fará dele notícia, certo? O caso dos jornalistas do Diário de São Paulo é um exemplo mais recente. Mas já ocorreu também em O Dia, no Rio. Os profissionais estão em greve desde o dia 10 de outubro.




A empresa não paga salários desde agosto, além de não oferecer uma estrutura mínima de trabalho (com direito a telefone cortado e falta de água durante o expediente). O jornal pertence ao grupo de J. Hawilla, dono da Traffic, que está preso nos Estados Unidos acusado de corrupção.

A luta dos jornalistas do Diário é um exemplo para todos nós que costumamos nos submeter à precarização do trabalho achando que isso faz parte da rotina de uma redação. Não faz.

Para oferecer uma assistência mínima aos trabalhadores que estão sem receber seus salários, o Sindicato dos Jornalistas organizou um fundo de greve.

Os recursos serão administrados por uma comissão dos jornalistas do 'Diário de S.Paulo'.

Aqui estão os dados bancários:

Caixa Econômica Federal

Agência 4070

Conta corrente operação 003/0001143-3

Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo

CNPJ 62.584.230.0001-00

Em tempos de incertezas profissionais e arbitrariedades das empresas, a solidariedade deve se fazer mais forte.

Com informações de Thiago Tanji

O mundo diverso do jornalista



Por Fábio Lau

Muita gente pensa que jornalismo é ser como Fátima Bernardes - hoje em um programa na TV Globo onde, segundo divulgado pelo site Uol, conquistou o segundo maior salário da emissora. Não é. Fátima, é fato, começou lá longe. Era repórter de jornal de bairros do Globo. Que luta!

Mas engana-se também que pensa que uma trajetória assim é regra ou minimamente próxima do cotidiano. Certamente Fátima começou a atividade com uma centena e meia de jovens jornalistas tão ou mais competentes do que ela. O que ocorreu? O filtro é subjetivo. Ela e seu talento mereceram chegar o estágio atual. Outros tantos ficaram pelo caminho por razões que ninguém poderia explicar, certo? Errado. Em parte é possível detectar.

Há uma lógica no mercado de trabalho que impõe as demissões como meio de empresas ganharem dinheiro. Demitir antes da data base da categoria é algo rotineiro. Aplica-se o dinheiro de eventuais reajustes no mercado financeiro e, feitas as negociações, onde as empresas em geral pagam bem menos do que o devido ou esperado, são feitas novas contratações. Excluem os bem afortunados para contratar jovens mais baratos. E assim a máquina gira.

O dono da voz, da empresa em um país que enfrenta o oligopólio da comunicação, é dono do mercado de trabalho também. Determina a sorte e o azar. O aumento ou a demissão. E, por que não dizer? A alegria e a tristeza.

O respaldo que os empresários tem, óbvio, é que este tema não virará, jamais, notícia de jornal.

Ou não viraria. Estamos relatando aqui.

Com dificuldades, muitas e extremas, as novas iniciativas, como Conexão Jornalismo, enfrenta a barra de fazer notícia com poucos recursos.

Toda a solidariedade aos colegas do Diário e às centenas de outros demitidos dos veículos de comunicação da velha mídia.

 

Veja também:

>> A fala de Cabral e a loja de bijuterias da família do juiz

>> Dinheiro liberado, Temer está confiante com resultado da votação de quarta (25)

>> Pai de Bruna Marquezine não cometeu suicídio - vídeo

>> Turista espanhola é assassinada pela PM no Rio na favela da Rocinha

>> Vídeo revela o momento do roubo do carro do goleiro Jefferson, do Botafogo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Em greve, jornalistas do Diário de São Paulo pedem ajuda para sobreviver
 

Copyright 2018 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!