• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Terça-feira, 21 de Novembro de 2017

Funcionários do SBT cancelam festa de fim de ano por conta das demissões

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > estética > estilo

Estética - Estilo

 

Domingo, 31 de Julho de 2016

O Globo embarca no metrô e no mandato de Temer enquanto tenta enterrar Dilma

Capa do Globo de domingo, 31
Capa do Globo de domingo, 31

O Globo deste domingo é um tratado de adesismo explícito. Enquanto embarca no metrô de Michel Temer e convida o carioca a entrar e sorrir, em outra reportagem divulga o obituário do PT e do governo Dilma Rousseff. Afirma, sem citar nomes, que partido e a própria presidenta já jogaram a toalha e não acreditam mais na reversão de votos do Senado? Quem? Onde? Quando? Isso não vem ao caso. Nenhum problema em revelar opinião - como fazemos em Conexão Jornalismo. O erro está em tentar transformá-la em reportagem isenta - o que, em outras palavras, significa duvidar da capacidade de discernimento dos leitores.



Temer veio ao Rio no sábado (30) sob a autorização da segurança pessoal. Afinal, os estrategistas do marketing do interino sabiam que debaixo da terra não haveria povo e, assim, vaias também não. Sem prestígio, carisma, proposta de recuperação da economia e com um programa voltado exclusivamente para atender interesses do capital internacional, especialmente na área do petróleo, sufocado nos governos do PT, o pai de Michelzinho sabe que precisa queimar toda a munição enquanto sua permanência é assegurada. Em setembro, na votação do impeachment, a lógica do dois mais dois igual a quatro não tem tanta precisão.

Mas eis que o Globo tenta faturar mais uma e recorre a uma capa ufanista como não se via desde os tempos de FHC.

- "PT já não acredita na Volta de Dilma": é uma manchete em letras garrafais em oito colunas. Ao lê-la a distância supõem-se que estará baseada em nomes e números. Nada disso. É pura especulação. Lá dentro ainda afirma que o importante para o partido (PT) é tentar sobreviver à Lava-Jato para chegar respirando nas eleições de outubro. Trata-se da velha confusão entre o desejo de quem escreve e a realidade apurada. Só a primeira parte é manifesta em papel.

a pergunta que fazemos é: qual legenda partidária chegará inteira em outubro por se ver distante da corrupção? Nenhuma. E, caso houvesse um mínimo de equilíbrio nas ações do MP e da Justiça Federal, além de STF, nem mesmo o interino estaria no cargo. Da mesma forma parte considerável do seu ministério não teria sequer assumido.

É bom lembrar que Romero Jucá assumiu o ministério mais importante de Temer e foi afastado por suspeita de tentar obstruir a Justiça - crime que agora pesa contra Lula. E, se já não bastasse, está impedido de viajar para os Estados Unidos por figurar como réu. Um dos líderes do governo golpista no Senado não pode viajar para o país que coloca o presidente interino de joelhos.

a falta de crítica neste domingo de sol no Rio é ainda mais generosa. Ele coloca em manchete de página 28, na Economia, a intenção do interino em afrouxar a legislação da segurança do trabalho. Logo do Brasil que é o quarto do mundo em acidentes de trabalho. Tudo para atender a um pedido da entidade que ajudou a financiar o golpe, a Fiesp. Vai anotando!!!

A notícia é postada logo abaixo da coluna de Gustavo Franco. O empresário venderá sua empresa para os chineses - anuncia o mesmo jornal na página 27 - como se fossem assuntos desconexos.

Por fim, o Globo anuncia que a votação do impeachment se encerrará no dia 2 de setembro. A tempo de Temer viajar à China não mais como interino (preferirá viajar como o político inelegível por oito anos e usurpador/conspirador, caso ocorra o impeachment). A data antecede a aposentadoria do presidente do STF, Ricardo Lewandowski, que passará o bastão no dia 10. E a Lewandowski também é reservado um pontapé na canela. O colunista Elio Gaspari mostra o quanto o parcialismo e corporativismo contamina a corte.

A segurança do Supremo quer apurar a origem do boneco que é levado para manifestações com a imagem do presidente da corte. Gaspari só não coloca os pingos nos is por vergonha e/ou constrangimento. Mas o que queria ou deveria dizer e não diz é que Lewandowski manteve-se silencioso quando bonecos ofendiam a honra de outros brasileiros.

O Globo, ao longo de décadas, tem plantado e colhido. E no cesto não há sinais de vento ou tempestade. Vento ali sopra na popa.

 

Veja também:

>> Teoria da Conspiração volta a atacar: recorde de medalhas para favorecer golpe

>> Crítica & Literatura: Fragmentos de vidas

>> Temer admite golpe em entrevista a correspondentes estrangeiros. Mas há uma explicação...

>> Cremesp condena publicidade de cerveja em Jogos Olímpicos do Rio

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
O Globo embarca no metrô e no mandato de Temer enquanto tenta enterrar Dilma
 

Copyright 2017 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!