• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Terça-feira, 25 de Junho de 2019

Silêncio? Record afasta Paulo Henrique Amorim após 14 anos

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > esportes > olimpíadas

Esportes - Olimpíadas

 

Sábado, 05 de Agosto de 2017

O Congresso Nacional nunca foi tão eficiente na sua autofagia

Por Fábio Lau

Não é só por Wladimir Costa. Tampouco por Cunha, Alves, Ferreira, Bezerra e uma legião de deputados que, eleitos sabe-se lá por que tipo de eleitor, faz do Congresso Nacional do Brasil um antro de brasileiros tão mesquinhos, despreparados, corruptos e arrogantes.

Compra e venda de votos, negociatas envolvendo legendas, esquemas para destituir presidentes e instituir corruptos. O Congresso Brasileiro, hoje, é a imagem mais negativa de um país em pleno processo de distopia - o inverso da utopia.

Basta andar na rua (coisa que estes deputados não podem fazer) para perceber o quanto o brasileiro médio está triste e desiludido.

Cidadãos perdem direitos trabalhistas e sociais com o aval de parlamentares eleitos para protegê-los e criar meios para melhorar a condições de vida. Saúde e Educação em crise e Segurança Pública em pleno abandono.

Para que serve o Congresso se não para ele mesmo? O custo de um parlamentar, mais de cem mil reais por mês, ajudaria a salvar, na prática, uma infinidade de pequenas cidades brasileiras.

Seria injusto qualificá-lo como uma unidade corrupta. Sabemos que lá atua tanta gente brava e boa que de fato luta pelo coletivo. Sim, temos muitos. Mas é a minoria. Talvez cem, cento e pouquinho, em um universo de 503.

São engolidos a cada momento importante.

O eleitor brasileiro permanece votando de acordo com a orientação da elite corrupta. São megaempresários, donos de fazendas de gado que tratam como crias todos os que vivem ao seu redor. E hoje há ainda o fenômeno religioso. Uma corrente religiosa lança um nome e os fieis da igreja votam em massa. E eles hoje formam a maior bancada da Câmara. Não à toa é a pior reunião de parlamentares da história.

Não vamos afirmar que ser evangélico é sinônimo de ser desqualificado. Mas não há dúvidas de que algumas igrejas só querem do estado o meio de se locupletar. E, nisso, perdemos todos.

O fato é que um parlamento como este atual jamais criará e aprovará leis que possam, de alguma forma, enquadrá-los e reduzir seu poder e influência. Ou o eleitor, diante da evidência do descalabro, aprende a votar, ou o futuro será a derrocada total. Miséria total.

Esta imagem, que enlameia em vômito todo o Congresso, é merecida. Eles, os bons e os ruins, devem aprender a depurar a própria casa.

 

Veja também:

>> Crítica & Literatura: Sobre a violência de cada dia

>> A morte do Negro Gato, Luiz Melodia - vídeo

>> O refugiado sírio hostilizado e o brasileiro careca ameaçador

>> Pesquisa Vox Populi, com Lula à frente em todos os cenários, aumenta chance de prisão

>> A imagem marcante de uma tragédia pouco comentada

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
O Congresso Nacional nunca foi tão eficiente na sua autofagia
 

Copyright 2019 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!