• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > esportes > olimpíadas

Esportes - Olimpíadas

 

Domingo, 29 de Abril de 2018

Mais longevo secretário de Segurança, Beltrame é acusado de receber propina

Beltrame: acusado de receber propina
Beltrame: acusado de receber propina

O mais longevo secretário de Segurança Pública da história do Rio de Janeiro, o ex-delegado da Polícia Federal, José Mariano Beltrame foi acusado pelo economista Carlos Miranda de recebimento de propina. A acusação foi feita em sua delação premiada na Lava Jato, já homologada pelo ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal. As informações foram publicadas pelo jornal O Globo neste domingo (29). O ex-secretário nega.



Miranda afirmou que Beltrame, responsável pela implementação das UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora) nos morros do Rio de Janeiro durante sua gestão, teria se beneficiado do esquema de corrupção do então governador Sergio Cabral quando receberia uma quantia mensal em torno de R$ 30 mil.

Leia também:
Porque devemos duvidar deste tipo de delação e a piada do gambá.


O dinheiro, de acordo com o delator, era entregue à mulher de Beltrame, Rita de Cassia Paes Beltrame. O casal nega as acusações. A delação foi encaminhada ao juiz Marcelo Bretas, da Lava Jato no Rio. A mulher foi diretora na Secretaria Estadual de Esporte, Lazer e Juventude, de outubro de 2015 até janeiro do ano passado.

Beltrame disse que coloca as declarações de bens, contas bancárias e outros dados patrimoniais à disposição das autoridades judiciais para provar que nunca recebeu propina. "Sinceramente, não recebi recurso algum. Ele terá de provar", desafiou.

"Não dá para aturar o nome na lama. Enterrei ali anos na minha vida profissional. Me sinto agredido por isso. O que direi à minha família?", questionou, irritado.

NdaR - A práticas das delações, conforme se tem percebido, é o beneficiário pelo acordo apresentar nomes que deem credibilidade e relevância ao depoimento. E nisso não há como confirmar se há ou não fundamento na acusação. A mídia, por sua vez, estampa o nome do citado como se de fato houvesse comprovação. E este é um mea culpa que fazemos também.

 

Veja também:

>> Botafogo supera o campeão da Libertadores no Nilton Santos: 2 a 1 - vídeo

>> Vídeo revela um dos responsáveis pelos tiros disparados contra acampamento Lula Livre

>> Agildo Ribeiro morre aos 86 anos - vídeo

>> Então é isso: se o guarda te multar joga tinta nele, ok?

>> Ativista é baleado em acampamento pró-Lula em Curitiba

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Mais longevo secretário de Segurança, Beltrame é acusado de receber propina
 

Copyright 2020 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!